ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, DOMINGO  09    CAMPO GRANDE 29º

Política

Após virar meme, deputado chama blogueiro para 10 minutos de pancadaria

Loester Carlos chamou Marcos Davalos para "um duelo" no braço, depois de ser criticado por pagar salário de R$ 14 mil à namorada

Por Ângela Kempfer | 10/07/2020 10:35
Montagem mostra figura de Marcos Davalos, que ficou conhecido pela página Passeando por Campo Grande, e do deputado federal Loester Carlos, vestidos para o embate. (Foto: Reprodução).
Montagem mostra figura de Marcos Davalos, que ficou conhecido pela página Passeando por Campo Grande, e do deputado federal Loester Carlos, vestidos para o embate. (Foto: Reprodução).

A fala parece discussão de meninos da "5ª série", mas envolve deputado federal de Mato Grosso do Sul. Em áudio que circula desde ontem (9) em grupos de Whatsapp, Loester Carlos, do PSL, de 37 anos, chama o blogueiro Marcos Davalos para 10 minutos de socos. O deputado afirma que só não recorre à bala, porque o oponente sabe da fama de atirador do rival.

"A galera que num tem nem 1500 de votos e se acha especialista em eleições...Ele (Marcos) fala que não pode me processar ou brigar na justiça comigo porque eu tenho foro. Ele não troca tiro comigo porque sou atirador. Então queria convidar ele a fazer um esporte, né. Queria convidar a 10 minutos pra sair no soco, sem perder a amizade?"

O deputado federal ataca Marcos, inclusive, em questões familiares.  "Esse meu recado é pro semianalfabeto do Marcos do Val, aquele menino que discute vara familiar mas já foi preso por não pagar pensão. Pelo menos meus filhos moram comigo, fazem Kumon, muito bem tratados", argumenta.

Loester mostra irritação com criticas que tem recebido do blogueiro, conhecido como "20", e que ficou famoso na cidade pela página Passeando por Campo Grande. "Faço você engolir... perigoso fazer você falar direito, soltar sua língua presa com tapa na cara. Se tiver coragem manda um áudio pra minha equipe, sem imprensa, sem nada. Cada um leva dois coleguinha pra contar a história de eu esfregando sua cara no chão, porque até lá, pra mim você é um bosta que só fala coisa na internet", segue o deputado no áudio.

Hoje com a página "Eleições 2020", Marcos usa memes para denunciar o que considera "falcatrua" de ´políticos, entre eles, Loester Carlos.

Meme publicado na página Eleições 2020.
Meme publicado na página Eleições 2020.

Alguns dos memes mais recentes foram criados a partir de matéria do Campo Grande News, sobre o pagamento de R$ 14 mil em salário para a atual companheira e gasto de verba parlamentar de forma irregular.

"Não tenho medo das ameaças. Vieram quando fiz os memes das falcatruas dele, de salário da namorada e de gastos com advogados. Já pareceram 4 academias para me patrocinar, me treinar”, diz o blogueiro.

Marcos também usou as redes sociais para reagir às acusações de Loester. "Se não coloco meus filhos no Kumom não sou bom pai? Do que adianta colocar os filhos em melhores escolas se dentro de casa tem exemplo de um canibal? Me chamar pra uma briga igual faroeste caboclo, é postura de um deputado federal? Me processar todas as vezes que apresento pra população uma conduta imoral ou ilegal mesmo eu tendo provas, Representa a população? ", questiona.

O blogueiro reclama também de ataques "infantis" e preconceituosos.  "Ainda tenho que ser constrangido e humilhado publicamente por um defeito congênito de anquiloglossia ou seja língua presa? E se tivesse me faltando uma perna, ele poderia zombar minha 'deficiência'? Enfim, vejamos se após o 'efeito Bolsonaro' vossa excelência terá que se juntar aos 'falidos' que não possuem se quer 1500 votos!

Especialista em direito eleitoral, o advogado André Borges diz que esse tipo de comportamento não configura falta de decoro, porque o deputado "sempre poderá sustentar que está retrucando o que o outro falou e que o fato não se relaciona com o mandato"

Mas avalia que "a situação é inédita e cômica, se não fosse trágica e feia".

O Campo Grande News tentou contato com o deputado, mas a assessoria de gabinete informou que ele havia entrado para uma reunião por volta das 10h, sem previsão de saída.

Ouça o áudio completo de Loester contra Marcos: