A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

11/02/2016 13:00

Atraso em licitações é falta de planejamento de Bernal, dizem vereadores

Certames para aquisição de kit escolar e merenda acontece só depois de início das aulas

Mayara Bueno e Antonio Marques
Vereadores de Campo Grande durante sessão na Câmara Municipal, nesta quinta-feira. (Foto: Marcos Ermínio)Vereadores de Campo Grande durante sessão na Câmara Municipal, nesta quinta-feira. (Foto: Marcos Ermínio)

Vereadores de Campo Grande atribuíram à “falta de planejamento” do prefeito Alcides Bernal (PP) o atraso nas licitações de kit e merenda escolar. Ambos os pregões estão previstos para datas posteriores ao início das aulas na rede municipal de ensino.

As aulas nas escolas municipais começam em 15 de fevereiro, enquanto o certame para definir a empresa para a merenda acontecerá em 16 de fevereiro e a destinada a aquisição de materiais escolares para 19 do mesmo mês.

Para o vereador Carlos Augusto Borges (PSB), as licitações já deveriam ser agilizadas no fim do ano passado. “Ele (Bernal) já retornou à prefeitura enfrentando problema com falta e merenda estragada. Falta planejamento, que deve ser feito no fim do ano”

Em sua opinião, “faltam pessoas competentes na administração de Bernal, como também faltou na de Olarte”, pois o problema de atraso na entrega, no caso dos kits, “se repete nos últimos anos”. Há três anos, pelo menos, os alunos têm recebido o material escolar depois de quase dois meses de aula.

“As licitações têm de obedecer as datas de início das aulas”, diz o vereador Marcos Alex (PT). Ele também afirma que a situação de atraso acontece em virtude da falta de planejamento de Bernal. “Ele deveria ter evitado este transtorno, considerando que o prefeito enfrentou esses problemas desde que assumiu a prefeitura pela primeira vez. Falta planejamento”.

Licitações – A licitação dos kits escolares foi lançada em 27 de janeiro deste ano, fixando a data de abertura das propostas para 5 de fevereiro. Dias depois, no dia 4 do mesmo mês, o Executivo Municipal publicou aviso alterando a abertura para dia 19.

A justificativa da Prefeitura foi a de que o edital passou “por retificações”, que não foram detalhadas pelo poder público. Quanto à licitação da merenda escolar, nesta quinta-feira (11), foi publicado um aviso de continuidade, pedindo que as empresas compareçam para o pregão no dia 16, na central de licitações. Neste caso, a Prefeitura não deu detalhes sobre qual fase se refere essa convocação.

Com o atraso nos certames, a entrega do material, bem como a merenda escolar da nova licitação, será feita depois do início das aulas. O Executivo Municipal argumentou, neste caso, que o pregão em andamento não prejudicará os alunos, uma vez que há estoque disponível de alimentos paras as escolas.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions