A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

30/05/2016 13:30

Bancada de MS cita momento difícil e avalia desafios da gestão Temer

Leonardo Rocha
Senador Waldemir Moka diz que momento exige união nacional (Foto: Fernando Antunes)Senador Waldemir Moka diz que momento exige união nacional (Foto: Fernando Antunes)
Tereza Cristina  diz que momento é difícil, mas deve mudar este quadro (Foto: Fernando Antunes)Tereza Cristina diz que momento é difícil, mas deve mudar este quadro (Foto: Fernando Antunes)
Elizeu Dioníosio quer redução de custos e crítica mudança na CGU (Foto: Fernando Antunes)Elizeu Dioníosio quer redução de custos e crítica mudança na CGU (Foto: Fernando Antunes)
Zeca do PT cita gravações de senadores, para defender tese de golpe (Foto: Fernando Antunes)Zeca do PT cita gravações de senadores, para defender tese de "golpe" (Foto: Fernando Antunes)

A bancada federal de Mato Grosso do Sul cita momento turbulento em Brasília, em função das últimas denúncias e gravações divulgadas, envolvendo partidos e parlamentares, assim como os desafios políticos do novo governo de Michel Temer (PMDB). A crise na economia e o desemprego, segue como principais preocupações.

O senador Waldemir Moka (PMDB), coordenador da bancada, disse que este deve ser um momento de "união nacional", tendo como foco o retorno do crescimento e melhora na economia. "Todo início de governo é complicado, até o final do ano haverá esta luta para retomar o desenvolvimento, só tem um jeito, todos dando se ajudando".

Ele defendeu a escolha de ministros "políticos" ao invés de nomes notáveis. "O importante é aprovar as medidas para facilitar a economia e minimizar a crise, para isto é essencial pessoas que possam articular com o Congresso, buscar as aprovações", disse Moka.

O senador Pedro Chaves disse que é preciso "dar um voto de confiança" a Michel Temer, para que este faça seu trabalho. Ele elogiou as primeiras ações na economia. "Se busca a redução de custos e um pacote econômico, em ações que são necessárias".

A deputada Tereza Cristina (PSB) reconheceu o momento turbulento e a instabilidade política. "Precisamos um pouco de calma, temos um momento difícil na economia, com queda de receita e empregos, a intenção é ajudar para mudar o quadro", disse ela.

Já Elizeu Dionísio (PSDB) disse que entende as dificuldades, mas espera ações concretas para redução de custos. "Não se constrói um governo do dia para noite, mas este precisa mostrar a que veio". Ele também fez críticas a mudança na CGU (Controladoria Geral da União) e até projetos sobre gestão em saúde. "Se for propor grandes mudanças, tem que mostrar o caminho".

O deputado Zeca do PT voltou a dizer que o novo governo é "ilegítimo", pois segundo ele, foi obra de um "golpe" político. "O que antes era uma denúncia, agora se comprovou, com estas gravações que mostram uma grande articulação (golpe) contra a Dilma (Rousseff)".



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions