A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

28/03/2014 20:03

Bancada evangélica da Câmara repudia colegas que criticaram “profeta da chuva”

Josemil Arruda
Alceu Bueno diz que Bíblia é que condena o homosexualismo (Foto: arquivo)Alceu Bueno diz que Bíblia é que condena o "homosexualismo" (Foto: arquivo)

O vereador Alceu Bueno (PSL) reagiu hoje contra a decisão de Paulo Pedra (PDT), apoiada por outros quatro vereadores, de representar ao Ministério Público Federal contra o pastor queniano David Owuor, conhecido como “profeta da chuva”, por homofobia. Dizendo que estava falando em nome da bancada evangélica da Câmara de Campo Grande, Bueno repudiou a atitude dos colegas.

“Não comungo com a idéia de cinco vereadores que estão pedindo investigação no Ministério Público Federal contra o queniano. Acho que pegaram a palavra dele fora do contexto. Ele só citou a bíblia, que como todo o evangelho condena o homosexualismo”, afirmou Alceu Bueno.

Na sessão da próxima terça-feira, Bueno disse que vai pedir ao vereador Paulo Pedra que desista do requerimento. “Se não pudermos abrir a bíblia e dizer o que ela fala, vamos ter que rasgá-la”, argumentou o vereador evangélico.

Ao contrário do que considerou Pedra, para Bueno, o pastor queniano “não foi infeliz, só citou a bíblia”. Indagado sobre os versículos bíblicos que são contra o homosexualismo, o vereador do PSL citou Leviticos (20/13): “Quando o homem se deitar com outro homem como se fosse mulher, ambos fizeram abominação diante do senhor”. Também disse que Jesus também reprimia esse tipo de sexualidade, como estaria escrito em Corintius (06;09).

A bancada evangélica da Câmara é composta pelos vereadores Alceu Bueno (PSL), Elizeu Dionízio (SDD), Rose Modesto (PSDB), Flávio Cesar (PT do B) e Mario Cesar (PMDB).

Na quinta-feira (27), um grupo, liderado pelo vereador Paulo Pedra (PDT), que é católico, decidiu encaminhar o caso para o Ministério Público Federal. Pedra obteve o aval de Luiza Ribeiro (PPS), João Rocha (PSDB), Chiquinho Telles (PSD) e Waldecy Chocolate (PP).

 

 



Com o devido respeito senhor vereador Paulo Pedra, o senhor, que se diz católico, é praticante de sua fé e crença religiosa? Já leu sua bíblia, se é que tem uma em casa? Pois se conhecesse sua bíblia, saberia que nela também constam os mesmos textos encontrados na bíblia dos evangélicos, textos estes que condenam a prostituição, o homossexualismos, etc, etc. Ou o senhor vai representar também contra o papa Francisco, que também condena tudo isto? Finalizando, caso não saiba, Jesus ensina-nos a amar o pecador, mas a odiar o pecado.
 
Luis Fernando Ferreira da Silva em 29/03/2014 00:02:36
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions