ACOMPANHE-NOS    
DEZEMBRO, QUARTA  08    CAMPO GRANDE 23º

Política

Bernal “lava as mãos”, mas diz que não quer expulsão de Chocolate

Por Edivaldo Bitencourt e Kleber Clajus | 22/10/2013 10:46
Prefeito disse que não deseja a expulsão de Chocolate do partido (Foto: Cleber Gellio)
Prefeito disse que não deseja a expulsão de Chocolate do partido (Foto: Cleber Gellio)

O prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), “lavou as mãos” em relação ao ex-amigo, o vereador Waldecy Chocolate (PP). No entanto, ele disse que não quer a expulsão do parlamentar do partido porque votou a favor da abertura da Comissão Processante na Câmara Municipal.

O PP instaurou processo disciplinar contra o vereador e pode expulsa-lo da sigla por infidelidade e até tirar-lhe o mandato. “Se depender de mim, ele não vai ser expulso”, afirmou Bernal, na manhã de hoje, ao chegar para evento no Grand Park Hotel.

No entanto, Bernal, que chegou a demitir e recontratar a esposa do parlamentar, Claudia Núbia após a votação na Câmara, disse que não vai se envolver com a situação do vereador. “Eu respeito as decisões dele e vivemos numa democracia”, ressaltou.

Bernal é presidente regional do PP. A expulsão de Chocolate é apontada pelo vereador e amigos como retaliação por ele ter votado a favor da investigação, que pode levar à cassação do mandato do prefeito.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário