A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

20/03/2009 12:08

Berzoini vem a MS preparar ambiente para 2010

Redação

O presidente nacional do PT (Partido dos Trabalhadores), Ricardo Berzoini, disse que não vê nenhum impedimento para que a legenda tenha candidato próprio nas eleições de 2010. Ele veio a Campo Grande para conversar com o diretório regional sobre política e também com o objetivo de "preparar o ambiente" para as eleições internas do PT, que acontecem ainda este ano.

Sem declarar apoio, Berzoini lembrou que o ex-governador Zeca do PT é um nome forte para disputa, mas ressaltou que o partido ainda tem outras pessoas em condições para enfrentar as eleições.

No Estado existe uma corrente petista que defende a união entres os rivais históricos, PT e PMDB, o que daria mais competitividade à provável sucessora do presidente Lula, a ministra da Casa Civil, Dilma Roussef.

Berzoini ressaltou a base aliada de Lula é composta por 14 partidos, mas que esta aliança é muito difícil de ser repetida em todos os Estados do país. Outro empecilho para isto acontecer é o próprio PMDB, que segundo ele, é dividido em dois. "Parte apóia uma coligação com o PT, e a outra parte defende candidatura própria", destaca.

Mesmo com toda a discussão, Berzoini está confiante de que o PT, nacionalmente, vai chegar a um consenso. "Não há tensão entre os diretórios nacional e os estaduais", frisou.

Otimista, ele disse que ainda que após as eleições internas do partido, o PT vai estar mais unido. "Foi assim em 2005 e 2007. Mesmo onde tivemos uma disputa muito forte, isso foi superado", finalizou.

Aparecidos

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions