A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

25/05/2011 09:49

Biffi é o único da bancada de MS a votar contra Código Florestal

Fabiano Arruda

Dos cinco deputados federais de Mato Grosso do Sul que participaram do processo de votação do Código Florestal, ontem à noite, apenas Antônio Carlos Biffi (PT) deu voto contrário.

Segundo informações da assessoria, o petista votou contra porque não concorda com o ponto que concede anistia aos produtores rurais que já haviam desmatado, além da posição ser “defesa do interesse ao pequeno agricultor”.

Segundo lista divulgada pela Câmara Federal, Luiz Henrique Mandetta (DEM), Fábio Trad (PMDB), Geraldo Resende (PMDB), Edson Giroto (PR) e Reinaldo Azambuja (PSDB) votaram sim.

Vander Loubet (PT) e Marçal Filho (PMDB) não aparecem na lista de votantes divulgada no site da Casa. No entanto, o petista explica que estava na Casa Civil no momento da votação, o que não “significa que não votei”.

“Sigo e voto do governo. Não concordei com a emenda que concede anistia para aqueles que desmataram. O governo Dilma tem compromisso com a questão ambiental”, explicou Loubet.

Já Marçal Filho, segundo informações da assessoria, teve ausência justificada por estar em missão oficial pela Câmara na França, onde participa, até sexta-feira, de sessão geral da assembleia mundial de delegados da OIE (Organização Mundial de Saúde animal).

Novo código - Por 410 votos favoráveis, 63 contrários e uma abstenção, a Câmara dos Deputados aprovou, ontem à noite, o novo Código Florestal. Ainda devem ser votados alguns destaques que pretendem alterar o texto do relator Aldo Rebelo (PCdoB-SP).

Emenda ao Código Florestal permite que estados legislem sobre meio ambiente
A Emenda 164, de autoria do deputado Paulo Piau (PMDB-MG), que libera plantações e pastos feitos em áreas de preservação permanente (APPs) até julho ...
Governo vai tentar modificar Código Florestal no Senado
Mesmo antes da aprovação, na noite de ontem (24), o projeto do Código Florestal pela Câmara dos Deputados, o governo avisou que vai trabalhar no Sena...
Com 410 votos a favor, Câmara dos Deputados aprova Código Florestal
A Câmara dos Deputados acaba de aprovar por 410 votos a favor, 63 contrários e 1 abstenção o novo Código Florestal. Ainda devem ser votados alguns de...
Código Florestal vai à votação, com novo texto para o Pantanal
Substitutivo acata proposta apresentada pela bancada do MS, com base em estudo da EmbrapaO texto do novo Código Florestal que deve entrar em votação...


Produtores tem que recuperar áreas desmatadas, isso sim é cidadania. Infelizmente esses deputados que votaram "sim", são ignorantes em relação á real situação ambiental que estamos vivendo. Ou será que existe por trás disso tudo alguns latifundiários que foram beneficiados pela votação? Troca de interesses? Propina? Muito estranho anistiar transgressores da lei...que na maioria de grande poder aquisitivo...ou mesmo poder imperativo.
 
Carlos Ruiz Záfon em 26/05/2011 10:52:28
É inaceitável a decisão do congresso nacional com relação ao código florestal, pois dois motivos:
- não e possivel aceitar o perdão das dívidas por degradação ambiental.
-permitir anda mais que se acabe com as app, isso talves tenha sido a pior medida dentre tantas outras aberrações colocadas nesta proposta de código ambiental.
OBS. parabenizo aqui os parlamentares sul matogrossense pelo voto contrário.
 
claudinei bonifacio pereira em 25/05/2011 11:02:37
Está de parabéns o nobre Deputado. Já subiu no meu conceito. Com certeza não votou por interesses próprios.
 
Marcelo Max em 25/05/2011 10:20:36
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions