A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 22 de Março de 2019

21/01/2019 14:10

Candidato à reeleição na Câmara, Maia reúne Reinaldo e bancada de MS

Atual presidente da Câmara dos Deputados se reúne nesta tarde com governador e deputados federais do Estado

Humberto Marques
Rodrigo Maia tenta a reeleição na Câmara já tendo apoio de boa parte da classe política nacional; deputado estará no Estado nesta tarde. (Foto: Marcello Camargo/Agência Brasil/Arquivo)Rodrigo Maia tenta a reeleição na Câmara já tendo apoio de boa parte da classe política nacional; deputado estará no Estado nesta tarde. (Foto: Marcello Camargo/Agência Brasil/Arquivo)

Em campanha para sua reeleição, que deve envolver toda a nova bancada federal na Câmara dos Deputados, o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ) estará nesta segunda-feira (21) em Campo Grande, onde se reúne com deputados federais sul-mato-grossenses. Antes, Maia terá um encontro com o governador Reinaldo Azambuja (PSDB).

O presidente da Câmara deve chegar por volta das 16h ao Aeroporto Internacional da Capital –a reportagem confirmou com sua assessoria que Maia já se encontrava em Brasília, onde cumpriria alguns compromissos antes de seguir para Mato Grosso do Sul. No radar do deputado do DEM, além das agendas de interesse do Estado a serem debatidas por conta de projetos, está a busca de suporte político para tentar um novo mandato à frente da Mesa Diretora da Casa, o que o tem levado a peregrinar pelo país nas últimas semanas.

Na sexta-feira (18), por exemplo, ele esteve em Cuiabá (MT) –onde negou à imprensa local que se reuniu com os deputados federais mato-grossenses para tratar da eleição interna. Ainda assim, ele tem angariado apoios junto a políticos dos Estados. Governador de São Paulo, João Doria (PSDB) já disse apoiar a reeleição do presidente da Câmara, sinalizando também o capital de votos dos tucanos.

Embora o presidente Jair Bolsonaro tenha dito que não se envolverá na disputa pela Câmara, seu partido, o PSL –segunda maior bancada da Casa– já declarou apoio à Rodrigo Maia, que também reúne votos do “centrão” e dentro da oposição.

Na semana passada, o PC do B anunciou apoiar sua candidatura como meio de buscar interlocução com o governo federal. A decisão deve ser discutida, também, com PSB e PDT, que juntos formam um bloco de 70 parlamentares e também sinaliza se alinhar ao democrata. O PT, com 56 parlamentares, também deu sinais de que pode se alinhar a Maia.

A eleição para o comando da Câmara ocorrerá depois de 1º de fevereiro, quando será dada posse aos 513 deputados federais eleitos. Além de Maia, outros nomes podem pleitear o comando da Casa –os demais cargos da Mesa Diretora são compostos por chapas fechadas–, como o fluminense Marcelo Freixo (Psol), que já anunciou sua candidatura.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions