A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

13/07/2014 07:56

Candidatos irão priorizar grandes regiões e debates na busca por votos

Leonardo Rocha e Ludyney Moura
Delcídio irá priorizar os grandes pólos regionais, com atenção especial para Campo Grande (Foto: Marcos Ermínio)Delcídio irá priorizar os grandes pólos regionais, com atenção especial para Campo Grande (Foto: Marcos Ermínio)
Nelsinho irá intensificar as ações no interior, principalmente na região de Dourados (Foto: Marcos Ermínio)Nelsinho irá intensificar as ações no interior, principalmente na região de Dourados (Foto: Marcos Ermínio)

Os candidatos ao governo de Mato Grosso do Sul devem intensificar as ações a partir de amanhã e pretendem priorizar as “grandes regiões” do Estado durante a campanha eleitoral. Eles também vão buscar aumentar a “influência” em locais que não são tão conhecidos ou que até o momento não receberam grandes projetos estruturais e por esta razão precisam ter mais atenção, um contraponto aos redutos eleitorais já consolidados.

O candidato Nelsinho Trad (PMDB) considera ter uma base sólida em Campo Grande, local em que foi prefeito durante oito anos, e por isto irá intensificar suas ações no interior do Estado, principalmente nos outros polos regionais.

“Vamos atuar em diferentes frentes no Estado, mas é claro que teremos uma atenção maior na Capital, que já temos uma boa estrutura e na região da grande Dourados, segundo maior colégio eleitoral”, ressaltou o presidente estadual do PMDB, o deputado Junior Mochi.

Para o deputado Cabo Almi (PT), o senador Delcídio do Amaral (PT) tem apoio importante nos principais municípios do interior, o que deve voltar a atenção para Campo Grande, onde acredita que vão se travar os “principais embates” nesta eleição. “Não há dúvidas neste foco na Capital do Estado, mas iremos agir em todos os polos regionais”.

O presidente estadual do PSDB, o deputado Marcio Monteiro, ponderou que a campanha de Reinaldo Azambuja (PSDB), quer visitar os 79 municípios do Estado, mas reconheceu que os grandes eventos e ações serão proporcionais à população.

“Nosso objetivo é atingir o maior número de pessoas, então é natural as ações nos municípios maiores do Estado, com atenção especial para as grande regiões, como em Campo Grande, Dourados e Corumbá”, disse Monteiro.

Apesar de já estar valendo o prazo para campanhas políticas, os candidatos ainda aguardam o fim da Copa do Mundo para dar início às famosas ferramentas de convencimento do eleitorado. Nesta primeira semana de candidatura oficial, os postulantes aos cargos de Governador do Estado e Senador da República estão em estúdio para gravação das propagandas eleitorais em rádio e TV, que só começam no dia 19 de agosto.

Campanha pé no chão - O candidato Sidney Mello (PSOL) destacou que já está em visita pelo interior do Estado, mas ponderou que dará prioridade onde existir candidatos a prefeito de sua legenda, como Chapadão do Sul, Dourados, Nova Andradina e região do Bolsão.

O presidente estadual da sigla, e candidato ao Senado, Lucien Rezende, disse ao Campo Grande News qual a principal aposta do partido para a campanha. “Sabemos do cenário com três grandes candidaturas, mas temos certeza que durante o debate político, teremos uma avenida para crescer”, pontuou.

Opinião semelhantes possui o candidato do PSTU, Professor Monje, que também aposta nos debates e na campanha corpo a corpo para conquistar a preferência do eleitor. O socialista, que tem residência eleitoral em Corumbá, espera ser convidado para debater com os adversários por todas as entidades  que realizarem esse tipo de atividade durante o período de campanha.

Azambuja pretende visitar os 79 municípios, com foco nas cidades mais populosas (Foto: Marcos Ermínio)Azambuja pretende visitar os 79 municípios, com foco nas cidades mais populosas (Foto: Marcos Ermínio)
Sidney Mello irá fazer visitas ao interior, priorizando as cidades que tiverem candidatos do PSOL (Foto: Arquivo)Sidney Mello irá fazer visitas ao interior, priorizando as cidades que tiverem candidatos do PSOL (Foto: Arquivo)
Campanha pelo Governo do Estado esfria em dia de jogo do Brasil
Apesar de já estar valendo o prazo para campanha eleitoral, os principais candidatos ao cargo de André Puccinelli (PMDB) estão esperando o fim da Cop...
Eleitor já pode começar a denunciar irregularidades na campanha eleitoral
Conforme já havia antecipado ao Campo Grande News, o Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul (TRE-MS), colocou no ar esta segunda-feira (7)...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions