ACOMPANHE-NOS    
NOVEMBRO, TERÇA  24    CAMPO GRANDE 33º

Política

Carlos Contar é confirmado no comando do TJ a partir de 2021

Em sessão desta tarde, também foram definidos o novo corregedor e o vice-presidente da Corte

Por Marta Ferreira | 21/10/2020 15:57
O desembargador Carlos Contar, ao centro, vai assumir comando do TJMS em 2021. À esquerda dele, Luiz Tadeu será o novo corregedor e à direita está futuro vice-presidente, Sideni Soncini. (Foto: Divulgação)
O desembargador Carlos Contar, ao centro, vai assumir comando do TJMS em 2021. À esquerda dele, Luiz Tadeu será o novo corregedor e à direita está futuro vice-presidente, Sideni Soncini. (Foto: Divulgação)

O desembargador Carlos Eduardo Contar vai assumir a presidência do TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) no mandado 2020/2021. O nome dele foi referendado nesta tarde pelos colegas de tribunal, seguindo a tradição, mas com mudança em relação ao que sempre vigorou.

Historicamente, quem está na presidência do TRE (Tribunal Regional Eleitoral) é quem vai para o comando do TJMS. Só que o atual chefe do tribunal eleitoral, João Maria Lós, já foi presidente da corte estadual. Por isso o cargo ficou com o vice-presidente, que é o mais antigo em atividade.

A data de posse ainda será confirmada. A sessão do Tribunal Pleno desta quarta-feira (21), os desembargadores escolheram ainda Sideni Soncini para a vice-presidência e Luiz Tadeu Barbosa Silva para a Corregedoria-Geral de Justiça.

Quem são – Carlos Eduardo Contar é desembargador desde 2007, quando foi escolhido para vaga destinada ao Ministério Público, onde foi promotor e procurador. É integrante vitalício do Órgão Especial e já presidiu a 2ª Câmara Criminal, a Seção Criminal, a 2ª Seção Criminal, além de atuar como integrante do TRE/MS, nos biênios 2015/2017 e 2017/2019. Também ocupou a  função de corregedor-geral de Justiça em julho 2018.

Ficou na função até 30 de janeiro de 2019, quando assumiu a função de vice-presidente do Tribunal de Justiça.

 Sideni Soncini Pimentel é juiz desde 1981. Em julho de 2008 quando, por antiguidade, foi promovido para o cargo de desembargador do Tribunal de Justiça. Antes disso, havia atuado no Tribunal Pleno como convocado para exercer as funções de desembargador.

O novo corregedor-geral, Luiz Tadeu Barbosa Silva, é bacharel em Direito pela Faculdade de Direito da Unigran, mestre em Direito pela Universidade Gama Filho (RJ) e professor universitário.

Ingressou na magistratura como desembargador na vaga correspondente ao Quinto Constitucional, que é reservada a advogados, em julho de 2008. Foi membro do Conselho Estadual Judiciário de Adoção Internacional do TJMS e diretor da Esmagis (Escola Superior da Magistratura de MS ), no biênio 2015/2016.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário