ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, QUARTA  19    CAMPO GRANDE 24º

Política

Constrangido, PT faz mais uma reunião sobre “déficit de decisão” de Bernal

Por Kleber Clajus | 04/11/2013 11:45
Alex defende que Bernal precisa mudar “tese de que o ataque é a melhor defesa”
com a Câmara (Foto: Cleber Gellio)
Alex defende que Bernal precisa mudar “tese de que o ataque é a melhor defesa” com a Câmara (Foto: Cleber Gellio)

O PT se reúne novamente às 16h, desta segunda-feira (4), no diretório estadual para definir se continua ou não a apoiar o prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP). A informação foi confirmada pelo vereador Marcos Alex (PT) que avalia a situação como “constrangedora, uma vez que a decisão não cabe a nós”.

Ainda de acordo com o petista, ficar fazendo “segredo” quanto ao nome de titulares para as secretarias da Juventude e Mulher, além da indefinição por uma reforma administrativa, favorece que a administração “deságue em uma crise”.

“A solução virou um problemão e o que se percebe é um déficit de decisão que nos impede de estar em outra fase político-administrativa”, ressalta Alex.

No caso da Segov (Secretaria Municipal de Governo), que passa por crise após o titular Gustavo Freire ter sido demitido de cargo federal por improbidade administrativa, o petista diz que o partido aguarda nova nomeação que possua “trânsito político” na Câmara Municipal, além de ser capaz de alterar a “tese de que o ataque é a melhor defesa”.

Alex também avalia que o afastamento de Bernal do senador Delcídio do Amaral (PT) e do deputado federal Reinaldo Azambuja (PSDB) torna ele “alvo fácil da oposição”, mas que somente o diálogo sem indicação concreta não basta para reconstruir governabilidade.

“A base precisa ser reconstruída com PDT, PTB, PSB, além de resolver a situação com o PSDB para que a base tenha consistência. Se o Bernal resolver na política, resolve tudo”, finaliza.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário