ACOMPANHE-NOS    
MAIO, SEXTA  20    CAMPO GRANDE 12º

Política

CPI das Construtoras analisa documentos e marca audiência na Assembleia

Por Vinícius Squinelo | 30/09/2011 12:31

Técnicos foram indicados pela CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) das Construtoras e já começaram a analisar documentos entregues pelas empresas após solicitação da Assembleia Legislativa.

O prazo para as construtoras fornecerem as informações é de cinco dias, contados a partir de hoje.

Uma audiência pública já foi agendada, e será realizada na próxima quinta-feira (6), adiantou o presidente da comissão, deputado Maurício Picarelli (PMDB), em entrevista ao Portal da Assembleia Legislativa.

Um dia antes da audiência, os integrantes farão uma reunião interna. “Estamos no período de trabalho interno, mas vamos ter reuniões todas às quartas-feiras”, disse o presidente da CPI.

Picarelli esclareceu ainda que a comissão não teve baixas, apenas substituição de integrante. Na semana passada, a bancada do PT trocou o deputado Paulo Duarte por Cabo Almi na comissão.

Os outros titulares da CPI são Antônio Carlos Arroyo (PR), vice-presidente; Onevan de Matos (PSDB), relator; e Junior Mochi (PMDB), membro.

A CPI investiga o esquema de construtoras para fugir das obrigações trabalhistas. Ela surgiu de denúncias de trabalhadores que foram contratados e demitidos poucos dias depois.

Ela tem prazo de funcionamento de 120 dias, prorrogável por mais 60. A comissão possui poderes de investigação semelhantes aos das autoridades judiciais e pode intimar pessoas, além de exigir documentos e requisitar informações.

Nos siga no Google Notícias