A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

29/05/2016 08:27

CPI do Genocídio apresenta relatório final nesta semana na Assembleia

Leonardo Rocha
CPI do Genocídio chega a reta final, com a apresentação do relatório (Foto: Wagner Guimarães/ALMS)CPI do Genocídio chega a reta final, com a apresentação do relatório (Foto: Wagner Guimarães/ALMS)

A CPI do Genocídio vai apresentar, nesta semana, o relatório final da investigação, que apura se houve omissão do Estado, nos casos de violência praticados contra os povos indígenas, do ano 2.000 até 2015, em Mato Grosso do Sul. O documento deve ser lido na próxima quarta-feira (1), a partir das 14h, no plenário da Assembleia Legislativa.

Esta leitura a princípio seria feita pela relatora da CPI, a deputada Antonieta Amorim (PMDB), no entanto em função de sua licença médica, a tarefa ficará a cargo do suplente, o deputado Renato Câmara (PMDB), que além de acompanhar os trabalhos, vai ter o apoio da assessoria jurídica da comissão.

O relatório foi realizado pela equipe da deputada Antonieta, tendo como previsão ser votado pelos membros da CPI, no dia 9 de junho. A comissão ouviu durante o trabalho lideranças indígenas, autoridades que acompanharam os casos de violência e representantes do poder público.

Entre as principais reclamações foi a não conclusão dos casos envolvendo as mortes dos indígenas Oziel Gabriel, em 2013, durante reintegração de posse na Fazenda Buriti, em Sidrolândia, assim como de Simião Vilhalba, morto ano passado em Antônio João, em novo confronto envolvendo terras no Estado.

Participam da CPI os deputados João Grandão (PT), presidente, Mara Caseiro (PSDB), vice-presidente, Antonieta Amorim (PMDB), relatora, Rinaldo Modesto (PSDB) e Paulo Corrêa (PR). A criação da comissão ocorreu depois de manifestações feitas por grupos indígenas e movimentos sociais na Assembleia.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions