A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

06/05/2015 13:44

CPI quer saber detalhes do repasse de recursos da Enersul para banco

Leonardo Rocha
Relator da CPI diz que vão buscar detalhes sobre esta transação (Foto: Wagner Guimarães/ALMS)Relator da CPI diz que vão buscar detalhes sobre esta transação (Foto: Wagner Guimarães/ALMS)

Os integrantes da CPI da Enersul/Energisa querem saber detalhes da transação de crédito em que o Grupo Rede retirou R$ 62,2 milhões da Enersul e repassou ao Banco Daycoval, para pagar uma dívida. O relator da comissão parlamentar, o deputado Beto Pereira (PDT), explicou que dois ex-diretores da empresa, que inclusive fazem parte da “Lista Confidencial” autorizaram este repasse.

“Várias pessoas que participaram desta situação devem ser ouvidos pela CPI, são operações de crédito que corriam em segredo de Justiça e tivemos acesso. A Enersul no final pagou dívida do Grupo Rede para terceiros”, disse ele.

O relator ainda ressaltou que o Banco Daycoval diz ter autorização para sacar este recurso pro dois ex-diretores da empresa, que inclusive receberam recursos indevidos, da Enersul, sem a devida justificativa ou autorização do Conselho Deliberativo.

O deputado Marquinhos Trad (PMDB), que integra a CPI, ponderou que esta ação do Grupo Rede já estava evidenciada no relatório da PWC (PricewaterhouseCoopers), solicitado pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica). “Ficou evidente que como a Enersul gerava lucro, eram sacados recursos para cobrir outras dívidas, ao invés de investir na empresa do Estado”.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions