A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

09/03/2016 11:47

Crise no PT causa saída de Paulo Duarte do partido, após 16 anos

Decisão foi anunciada nesta quarta-feira; Duarte era nome cogitado para disputar o governo estadual pelo partido

Mayara Bueno
Prefeito de Corumbá, Paulo Duarte. (Foto: Arquivo)Prefeito de Corumbá, Paulo Duarte. (Foto: Arquivo)

Depois de 16 anos no PT, o prefeito de Corumbá, Paulo Duarte, anunciou nesta quarta-feira (9) sua saída do partido. A futura legenda, no entanto, ainda não foi definida, segundo ele, que já entregou sua carta de desfiliação.

Segundo Duarte, sua saída do partido ocorre da mesma forma que a entrada, “pela porta da frente”. Ele diz ter conversado com membros do diretório municipal e estadual, bem com os quatro deputados estaduais e os dois parlamentares federais.

“Foi uma decisão amadurecida, pensada em virtude da crise em que estamos. Queremos ter condição de trabalhar no município, mas toda essa crise e confusão em Brasília atrapalha”, disse. Ex-secretário e deputado estadual, o prefeito sempre foi visto dentro do partido como nome potencial para disputar o governo do Estado.

Disse também que os problemas no âmbito nacional acabam desgastando muito mais o PT, já que a sigla governa o País, e devem servir para “repensar as práticas e forma de fazer política”. Acrescenta que o “clima de radicalismo” prejudica o administrador.

O rumo partidário não está definido, afirma, embora tenha recebido convites “de todos os partidos”, em especial as grandes legendas. “Hoje não tem nenhuma decisão. O novo partido vou decidir em um segundo momento”, conclui.

“Com a certeza de que hoje não represento apenas um partido, mas uma cidade que precisa ampliar a sua rede estadual e nacional de interlocutores para avançar na conquista de mais projetos e investimentos. Com a firmeza de que os ideais de justiça, igualdade e liberdade, compartilhados com amigos, companheiros e militantes, serão levados para toda a minha vida, venho pedir a minha desfiliação do Partido dos Trabalhadores”, traz um trecho de uma nota publicada em rede social, nesta quarta-feira.

Paulo Duarte ficou no Partido dos Trabalhadores por 16 anos, onde foi eleito deputado estadual por dois mandatos, prefeito de Corumbá, em 2012, e presidente do diretório estadual da legenda. Antes disto, Duarte, que é economista, ocupou os cargos de secretário de Fazenda, chefe da Casa Civil e secretário de Infraestrutura durante a gestão do ex-governador Zeca do PT.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions