A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 19 de Agosto de 2017

11/12/2016 11:32

De cada 10 brasileiros, seis querem a renúncia de Temer, diz Datafolha

Alberto Dias

Com a popularidade despencando, o presidente da República Michel Temer (PMDB) enfrenta grave rejeição, com 63% da população favorável à sua renuncia e novas eleições diretas. É o que revela pesquisa do Instituto Datafolha divulgada neste domingo (11), após entrevistar 2.828 brasileiros, entre os dias 7 e 8 de dezembro. Os favoráveis à permanência do peemdebista na presidência soma 27%, os que não responderam somam 9%.

Detalhe importante: as pessoas foram ouvidas antes do vazamento da delação premiada do ex-diretor da Odebrecht, Claudio Melo Filho, inserindo Temer no rol de políticos que receberam propinas da construtura em troca de favores. Em seu depoimento, Melo afirmou ter destinado R$ 10 milhões a Temer em 2014, quando ainda era vice-presidente.

A mesma pesquisa revela mais que mais da metade dos brasileiros (51%) consideram a atual gestão ruim ou péssima, ante 31% em julho. Outros 34% acham o governo regular. Já os que avaliam o governo como bom ou ótimo, que eram 14% em julho, caíram para 10%. A pesquisa revela ainda que 40% da população avalia a gestão de Temer pior que a anterior, de Dilma Rousseff (PT), para 34% é igual e 21% consideram melhor.


Os números vêm acompanhados de uma descrença generalizada no futuro da economia brasileira. Para 66% a inflação vai aumentar, 59% acha que o poder de compra vai dimunir ainda mais e exatos 50% perceberam uma piora recente. Um dos números que mais impressiona, é que 75% acham que Temer é o defensor dos mais ricos.

De zero a 10 a nota média atribuída ao atual governo é 3,6. O Instituto Datafolha ouviu 2.828 pessoas, entre os dias 7 e 8 de dezembro .




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions