ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SEGUNDA  21    CAMPO GRANDE 20º

Política

De madrugada, Justiça solta José Dirceu, condenado a 30 anos de prisão

Por Anahi Zurutuza | 27/06/2018 07:11
Ex-ministro José Dirceu dentro de carro em 2015, quando foi preso na 17º fase da Lava Jato (Foto: Foto: Marcello Casal/Agência Brasil)
Ex-ministro José Dirceu dentro de carro em 2015, quando foi preso na 17º fase da Lava Jato (Foto: Foto: Marcello Casal/Agência Brasil)

Por 3 votos a 1, a 2ª Turma do STF (Supremo Tribunal Federal) decidiu na tarde desta terça-feira (26) conceder a liberdade ao ex-ministro José Dirceu. Ele deixou o Complexo Penitenciário da Papuda, onde estava preso há cerca de 1 mês, na madrugada de hoje (27).
Segundo a Folha de S. Paulo, Dirceu foi levado de carro até o apartamento que tem em Brasília (DF).

Ainda conforme a Folha, a decisão da tarde desta terça-feira permite que o ex-ministro aguarde em liberdade o julgamento de uma reclamação que pede a sua soltura até o esgotamento da análise de vários recursos interpostos em cortes superiores – STJ (Superior Tribunal de Justiça) e STF.

Votaram favoravelmente a Dirceu os ministros Dias Toffoli, Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski.

O ministro Edson Fachin foi o único voto contrário, de acordo com o Uol.

Dirceu foi condenado a 30 anos e 9 meses de prisão, sob a acusação de ter recebido R$ 10 milhões em propinas da empreiteira Engevix, por meio de contratos superfaturados com a diretoria de Serviços da Petrobras.