A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

16/06/2011 12:56

Deputado tucano critica decisão do STF em liberar marchas da maconha###

Ítalo Milhomem

O deputado Rinaldo Modesto (PSDB) usou a palavra durante a sessão da Assembleia Legislativa desta quinta-feira (16), para criticar a posição do STF (Supremo Tribunal Federal) em liberar as marchas que querem discutir a legalização da maconha no país.

Ontem os ministros entenderam que a proibição da marcha configura violação do direito de liberdade de expressão.

Para o parlamentar tucano a marcha contraria a legalidade. “É um desrespeito à Constituição Penal. As manifestações fazem sim apologia ao crime”, afirmou Rinaldo.

O deputado Zé Teixeira (DEM) também criticou a iniciativa do STF de autorizar as marchas da maconha. “Não sei o que esperar do futuro do nosso país”, comentou Teixeira.

Já o deputado Petista Pedro Kemp, comentou que a decisão do Supremo Tribunal foi acertada, mas que o país tem assuntos mais importantes a serem debatidos do que este.

Pela manhã os vereadores da Capital se posicionaram favoráveis a “Marcha da Liberdade”, que nasceu fruto da repressão contra a Marcha da Maconha no Estado de São Paulo e atualmente abrange vários temas ligados a liberdade e ao respeito ao direito humano.



Vamos liberar a moconha DESDE QUE:
Toda e qualquer ocorrência provoda por alguem comprovadamente drogado, seja considerado crime hediondo e sem fiança;
Ninguém que seja usuário de droga ingresse no serviço público, e se já funcionário apanhado usando drogas seja demitido por justa causa;
Nenhum usuário de droga possa estudar em escolas públicas;
Nenhum usuário de droga possa ser professor em escolas públicas ou privadas;
Nenhum usuário de droga possa contrair emprestímos em nenhuma agencia bancária da rede pública (bancos oficiais onde o governo tenha parte);
Nenhum usuário de drogas venha a ser atendido pela rede de saúde pública, quando a sua saúde foi agravada pelo uso da droga, pois estará tomando o lugar de quem NÃO CONTRIBUIU PARA FICAR DOENTE,
Nenhum usuário de droga possa ser amparado pela previdencia social do poder público, pois o seu problema foi causado DE LIVRE E ESPONTÂNEA VONTADE, não podendo por isso sobrecarregar a previdência que seria destinada a quem de forma honrada, racional, contribuiu para depois obter o justo benefício.
Que vergonha! Pergunto, eu posso manifestar o meu pensamento por exemplo de criar a bomba atômica para matar a humanidade? Seria apenas uma manifestação de pençamento! Não seria gravíssimo esse pensamento? Não é grave manifestar o pensamento para degradar a humanidade? A mconha não devasta o homem? Acordem autoridades!

 
FRANCISCO RAMOS CORRÊA em 16/06/2011 08:06:24
um verdadeiro absurdo apoiar marcha de liberdade para maconha, pede para esses politicos visitarem antes centros abertos chamados cracolandias da vida, maconha é a primeira droga usada por esses mortos vivos, depois eles fiquem por lá e coloquem seus filhos e se tiverem coragem, porque no minimo falam sem conhecimento de causa, voltam no assunto. Com tantos assuntos emergenciais a serem discutidos - só por DEUS.
 
silvana bezerra em 16/06/2011 04:41:13
O Sr. Fernando Henrique Cardoso, Presidente de Honra do partido tucano foi o primeiro a se mostrar favorável à regulamentação do uso da maconha e vêm utilizando de todos os meios de comunicação possíveis para levar a bandeira de sua causa. Talvez uma tentativa de não se ausentar da memória dos brasileiros. Apesar de ser favor à discussão, assim como o Deputado Petista citado na matéria, acredito que esta talvez não seja bem a hora propícia para o embate do assunto, dada as inúmeras questões emergenciais que realmente precisam ser vistas como a violência no trânsito, o desmatamento e chacinas no norte do país e a violência urbana que assola os grandes centros. E antes que eu me esqueça.... antes de discutir a regulamentação do uso, verifiquem primeiro a qualidade e o estado da Saúde Pública do país. É óbvio que ela vai precisar estar preparada para a nova "demanda" surgida pelo consumo da maconha. Para saber a resposta, visite um posto de saúde de emergência mais perto da sua casa ou passe mal e vá até a Santa Casa de Campo Grande.
 
Glauber S R Martelli em 16/06/2011 01:39:56
Supremo libera a Marcha da Maconha; movimento acontecerá também em MS
Por unanimidade, o STF (Supremo Tribunal Federal) decidiu nesta quarta-feira autorizar a Marcha da Maconha, evento que reúne, em diversas cidades bra...
Marcha da Liberdade em Campo Grande terá várias bandeiras
O movimento que surgiu como Marcha da Maconha em São Paulo e no Distrito Federal ganhou outro nome no País e em Mato Grosso do Sul terá várias bandei...
Marcha da Liberdade muda de local e horário em Campo Grande
Os organizadores da Marcha da Liberdade, prevista para o dia 18 de junho, o próximo sábado, alteraram o horário de concentração do ato e o local. Em ...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions