A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 26 de Março de 2019

28/10/2018 09:15

Diferente do 1º turno, votação é rápida no começo deste domingo

Eleitores que votam no Joaquim Murtinho, no Centro de Campo Grande, afirmaram que situação está tranquila

Mayara Bueno e Bruna Pasche
Diferente do 1º turno, votação é rápida no começo deste domingo
Eleitores na fila para votar no Joaquim Murtinho. (Foto: Marina Pacheco).Eleitores na fila para votar no Joaquim Murtinho. (Foto: Marina Pacheco).

Diferente do 1º turno das eleições, a votação deste domingo (dia 28) ocorre de forma tranquila e rápida. Na Escola Estadual Joaquim Murtinho, na Avenida Afonso Pena, em Campo Grande, que aproveitou a primeira hora de votação escolheu seus candidatos em 10 minutos e enfrentou pouca fila.

Na segunda etapa do pleito, a escola está com três andares disponíveis para votação. O térreo, 1º e 2º andares.

O empresário Arivaldo Bueno, 76 anos, afirmou que todo o processo de voto durou 10 minutos. Para ele, a questão de tempo para votação é de consciência de cada um, querendo dizer que têm eleitores que enrolam para registrar seus votos, atrasando a vida dos demais.

Sobre o futuro, o empresário afirma que está “esperançoso com a eleição” e que a corrupção é a origem de todos os problemas. “Espero que acabe”.

No 1º turno, o assistente administrativo Vantuir Alves, 24 anos, ficou mais de uma hora e meia aguardando para votar e, desta vez, ficou 10 minutos. Situação semelhante relata o pecuarista Otacílio Corrêa, 36 anos. Hoje foi bem rápida a votação, enquanto na primeira etapa do pleito eleitoral, levou 30 minutos.

Para ele, o ideal seria que o voto fosso impresso, porque acha que só aparecer a foto do candidato, número e demais informações dos candidatos não bastam. “Traz uma sensação de insegurança”.

Diferente do 1º turno, votação é rápida no começo deste domingo


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions