A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

30/11/2015 14:29

Dilma afirma que ficou "extremamente perplexa" com prisão de Delcídio

Edivaldo Bitencourt
Presidente discursa em conferência sobre o clima em Paris (Foto: Roberto Stuckert Filho)Presidente discursa em conferência sobre o clima em Paris (Foto: Roberto Stuckert Filho)

A presidente Dilma Rousseff (PT) afirmou que ficou “perplexa, extremamente perplexa” com a prisão do ex-líder do Governo no Senado, o senador Delcídio do Amaral. É a primeira declaração da petista sobre a prisão do sul-mato-grossense no dia 25 deste mês em Brasília.

Em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo em Paris, onde participa da conferência sobre o clima COP 21, ela disse que não esperava a prisão de Delcídio. O senador foi preso numa operação da Polícia Federal, determinada pelo ministro Teori Zavascki, acusado de oferecer R$ 4 milhões, uma mesada de R$ 50 mil por mês e um plano de fuga para o ex-diretor da Petrobras, Nestor Cerveró, e evitar a citação de seu nome.

Além de Delcídio, a PF prendeu o banqueiro André Esteves, o chefe de gabinete do petista, Diogo Ferreira, e do advogado Edson Ribeiro.

“Eu não esperava que isso acontecesse, ninguém esperava”, admitiu Dilma. Ela vai indicar outro senador para assumir o cargo de líder do Governo no Senado.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions