A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

01/01/2015 11:59

Em meio a polêmicas, TCE antecipa posse da nova diretoria

Daniel Machado
Conselheiro Ronaldo Chadid assinando documentos da posse. Em pé, da esquerda para a direita, Jerson Domingos, Irã Coelho, Osmar Jeronymo e conselheiro Waldir Neves (Foto: divulgação TCE)Conselheiro Ronaldo Chadid assinando documentos da posse. Em pé, da esquerda para a direita, Jerson Domingos, Irã Coelho, Osmar Jeronymo e conselheiro Waldir Neves (Foto: divulgação TCE)

Tomou posse na manhã desta quinta-feira (1) a nova diretoria do TCE (Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso do Sul), na sede do órgão, em Campo Grande. O horário da solenidade informado no site oficial do TCE era 14h do dia 1º de janeiro, no entanto a agenda foi deliberadamente antecipada para as 9h, segundo a assessoria do órgão, por conta da posse do governador eleito Reinaldo Azambuja.

Foram empossados o conselheiro Waldir Neves Barbosa no cargo de presidente, eleito por unanimidade, e o conselheiro Iran Coelho das Neves no cargo de Corregedor-Geral, ficando suspensa a posse do vice-presidente eleito, conselheiro José Ricardo Pereira Cabral em virtude do imbróglio envolvendo a nomeação do deputado Antônio Carlos Arroyo, que tramita na Justiça. Neves deu posse a Osmar Domigues Jeronymo no cargo de conselheiro.

No início do mês, o conselheiro José Ricardo encaminhou sua própria aposentadoria ao governador do Estado, André Puccinelli, porém a mesma foi anulada em sessão reservada do Tribunal Pleno pois o processo de aposentadoria encontra-se concluso ao Corregedor-Geral do TCE para emissão de parecer.

O governador e o ex-presidente do TCE entraram com uma ação junto ao STF (Supremo Tribunal de Justiça) para manter a indicação de Arroyo à vaga de conselheiro. Em entrevista ao Campo Grande News nesta quinta-feira (31), o deputado disse estar confiante que a justiça será feita pelo STJ.

O Campo Grande News entrou em contato telefônico com o novo presidente do TCE, porém não conseguiu localizá-lo. O mandato da nova diretoria do TCE se encerra em 31 de dezembro de 2016.

Perfil - Nascido em Miranda, Waldir Neves é bacharel em direito e história, tendo sido eleito deputado estadual em 1991. Já no primeiro mandato foi vice-líder do Governo na Assembleia Legislativa, passando a líder do PSDB na legislatura seguinte, seu segundo mandato. Em 2006, após quatro mandatos como deputado estadual, foi eleito deputado federal com quase 80 mil votos. Tomou posse como conselheiro do TCE-MS em 15/07/2009 e ocupava desde 2013 o cargo de Ouvidor do TCE-MS.

Marun ainda quer votar relatório da JBS antes de posse no ministério
Na véspera de ser empossado como ministro da Secretaria de Governo, o deputado Carlos Marun (PMDB-MS), relator da Comissão Parlamentar Mista de Inqué...
Senado aprova R$ 1,9 bi a estados para compensar desoneração de exportações
Após suspender a sessão do Congresso Nacional, o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), retomou os trabalhos do plenário da Casa com o obj...
Temer discutirá data de votação da reforma da Previdência nesta quinta
O anúncio do líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), de que a votação da proposta de reforma da Previdência ficará para fevereiro causou r...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions