A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

06/01/2010 13:03

Em MS, 63 municípios receberão R$ 84 milhões para obras

Redação

No primeiro trimestre deste ano, sessenta e três prefeituras de Mato Grosso do Sul vão iniciar obras de drenagem, pavimentação, habitação, saneamento e infraestrutura nos setores de esporte e turismo com recursos federais viabilizados pelo senador Delcídio do Amaral (PT).

O senador disse que apesar das dificuldades criadas no Congresso Nacional, pela oposição, o Ministério do Planejamento empenhou R$ 84 milhões para o asfaltamento de ruas, rede de esgoto, implantação de centros de esporte e lazer e milhares de casas populares em quase 80% dos municípios do Estado.

Os recursos serão liberados pelo governo após o processo de licitação e podem ser conferidos no Siafi (Sistema Integrado de Administração Financeira), informa o senador.

De acordo com Delcídio, os recursos vêm de várias fontes, "Esses R$ 84 milhões são fruto de minhas emendas individuais e de bancada (em parceria com outros parlamentares), além de gestões que fiz junto à Casa Civil da Presidência da República e aos Ministérios das Cidades, Integração Nacional, Saúde, Esportes e Turismo".

As verbas também atendem obras de infraestrutura turística em Bataguassu, Bodoquena e Anastácio; obras de pavimentação em Rio Brilhante, Aquidauana e Ladário e a construção de casas populares em Anaurilândia, Batayporã e Taquarussu.

Na conta não estão incluídas verbas destinadas ao governo do Estado e aquelas para a construção dos anéis viários de Aparecida do Taboado, Nova Andradina e Corumbá.

"No caso específico dos recursos do Ministério dos Transportes, estamos concluindo o levantamento e em breve vamos prestar contas à população", adianta o senador.

Mais recursos - Delcídio diz que novos recursos virão até o final de março, "Continuamos a trabalhar junto ao governo para viabilizar recursos extra-orçamentários, possivelmente no mês de fevereiro.

Além disso, estão garantidos R$ 10 milhões em emendas individuais ao Orçamento de 2010, que este ano serão liberadas pelo governo até o final do primeiro trimestre, em função da legislação eleitoral", conclui o senador.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions