A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

22/10/2013 09:35

Em nota, PSDB garante que não faz parte da administração de Bernal

Vinícius Squinelo

O PSDB de Mato Grosso do Sul voltou a afirmar que não faz parte da administração da Prefeitura de Campo Grande. A confirmação ocorre em meio a problemas internos, com expulsão e afastamento de tucanos do secretariado de Alcides Bernal.

Em nota oficial, divulgada na manhã desta terça-feira (22), o PSDB informou que “o partido não faz e nunca fez parte da administração do prefeito Alcides Bernal (PP)”. O partido apoio o prefeito no segundo turno e chegou a integrar a base aliada na Câmara Municipal. No entanto, os vereadores tucanos estão divididos: Rose Modesto é independente, enquanto João Rocha apoia e articular para ampliar a base do progressista.

A nota oficial, assinada pelo presidente estadual da sigla e deputado estadual Marcio Monteiro, foi homologada ontem (21) em reunião da Comissão Executiva do PSDB Estadual, com base em manifestação do diretório municipal tucano.

A manifestação tucana ocorre em meio à crise da sigla com integrantes. O secretário Municipal de Educação, José Chadid, já foi expulso do partido, enquanto a diretora-presidente da Funesp (Fundação Municipal do Esporte), Leila Machado, pediu afastamento de 120 dias para se livrar da expulsão.

“Quanto aos secretários municipais José Chadid e Leila Machado, que integram a administração do referido prefeito, trata-se de escolhas pessoais do prefeito”, encerra a nota oficial.

Estatuto – O presidente estadual do PSDB, o deputado Márcio Monteiro, afirmou que os dois secretários poderiam ser expulsos do PSDB por terem descumprido o estatuto da legenda que diz que qualquer filiado que for assumir um cargo no executivo precisa informar e consultar o partido, antes de assumir.

Chadid, da pasta de Educação, já foi excluído das fileiras tucanas.

Chadid tem até próxima semana para tentar reverter expulsão do PSDB
O secretário municipal de Educação da gestão de Alcides Bernal (PP), José Chadid, terá até a próxima semana para recorrer ao Diretório Estadual do PS...
Para escapar de expulsão, secretária de Bernal pede afastamento do PSDB
A diretora-presidente da Funesp (Fundação Municipal de Esportes), Leila Machado, formalizou o pedido de afastamento por 120 dias do PSDB, sigla que é...


Quanta besteira, que esses, estão comentando. Partido é uma máfia organizada e legal.
 
Aparecido Adonizio em 22/10/2013 13:12:27
Eleitor, olho nesse comportamento hipócrita do PSDB. Agora não é parceiro, isso e aquilo. Agora o sr. Azambuja quer coligar com o PT (de quem é adversário nacionalmente) tudo para satisfazer um projeto PESSOAL e não COLETIVO. Olho nesse povo eleitor porque em caso de uma vitória do PT (que duvido muito) e a coisa ficar feia, vai dizer também que não apoiou etc...VAMOS FAZER UMA LIMPA NESSE POVO EM 2014 E ELEGER APENAS QUEM TRABALHOU E TRABALHA POR UM MS FORTE, PROGRESSISTA.
 
luiz carlos soares em 22/10/2013 12:46:12
E as bernaldetes ainda dizem que é perseguição até quem o apoiou já viu que fez besteira agora ta saindo da barca.
 
joão afonso em 22/10/2013 11:14:31
Aliás, este PSDB é como os outros, não muda muita coisa. Quando estão ou não no poder, eles usam todo o tempo disponível (que é muito), juntamente com a estrutura armada por eles, visando ADMINISTRAR somente seus interesses, político e financeiro.
A população!!!!!! bem.... a população que se ferre!!!.É desta forma que eles agem.Eu hein!!!
 
Francisco Braz em 22/10/2013 11:07:54
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions