A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

11/09/2014 15:56

Envolvido em polêmica de renúncia, vereador assume "traição" nas eleições

Ludyney Moura

Envolvido na polêmica originada com a desistência do deputado Osvane Ramos (PROS) de disputar as próximas eleições, o vereador de Bodoquena, Edinho Carvalho (PROS), negou que tenha procurado a direção estadual do partido para denunciar uma suposta traição de Osvane. Ele também confirmou que não está seguindo determinação de apoio da legenda.

Na quarta-feira (10), o presidente estadual do PROS, Mário Márcio Borges, acusou Osvane de fazer campanha para o candidato tucano ao Governo do Estado, deputado federal Reinaldo Azambuja, adversário do senador Delcídio do Amaral (PT), com quem a sigla está coligada este ano. O mandatário afirmou que havia sido procurado pelo vereador de Bodoquena para denunciar Osvane.

“Em nenhum momento o Osvane me solicitou apoio ao Reinaldo, eu sim decidi em apoiar e continuo apoiando a candidatura do Azambuja. Quando falei com o presidente do partido eu apenas comuniquei assim como fiz para o Osvane que eu não iria apoiar o Delcídio e que a minha decisão já estava tomada”, disse Edinho.

O vereador também acusou a direção da sigla de não atender suas solicitações. Osvane disse ao Campo Grande News que sua desistência não foi por falta de dinheiro, mas porque ele acreditava “em um projeto em prol de Mato Grosso do Sul. “Apoio a decisão do deputado que para preservar o seu nome e cumprir com os compromissos assumidos preferiu esta decisão que me poucas pessoas tem a coragem de fazer”, frisou Edinho Carvalho.



Tentei diversas vezes falar com o Presidente Estadual do PROS, Mário Márcio, mas ele não atende e não retorna as ligações e nem mensagens, mesmo tendo visualizado, deixei recado com a secretária e mesmo assim não consigo falar com a direção do partido. Quero convocar uma reunião da Executiva Estadual, da qual faço parte e não vou permitir que usem meu nome em denuncias ou notificações que não fiz e quero uma cópia deste documento e do suposto vide que foi gravado em minha casa em reunião com a presença do osvane. Desafio a provarem!!! Será que traição é a palavra certa ou cada um é livre para escolher em quem votar? É só dar uma volta pelas ruas de Campo Grande que vemos diversos carros com adesivos de candidatos de coligações diferentes!! Que mal há nisso? O voto deve ser livre!!!
 
Edmilson Nirço de Carvalho em 11/09/2014 17:43:23
Estou desde de ontem tentando falar com o presidente estadual do PROS, Mário Márcio, que não atende, não retorna as ligações, não responde as mensagens, mesmo tendo visualizado, deixei recado com a secretária do partido e quero marcar uma reunião da Executiva Estadual, a qual faço parte. Nunca fui orientado pelo Osvane, tomei a minha decisão por entender que é a melhor opção. A sigla nunca pediu opinião dos seus filiados e acho que cada uma é livre para escolher em quem votar. É só dar uma volta nas ruas de Campo Grande que vemos diversos carros com adesivos de candidatos de diferentes coligações. Qual o mal nisso? O partido deu todo o respaldo que precisamos? Não aceito denuncias envolvendo o meu nome, sendo que não autorizei. Quero cópia da notificação e do suposto vídeo gravado em casa.
 
Edmilson Nirço de Carvalho em 11/09/2014 17:26:43
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions