A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

26/07/2015 17:53

Estado assina acordo com governo federal para promover igualdade racial

Liana Feitosa
Ministra será recebida pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB) e a vice-governadora, Rose Modesto (PSDB), que também é secretária da Sedhast (Secretaria Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho. (Foto: Divulgação / Assessoria)Ministra será recebida pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB) e a vice-governadora, Rose Modesto (PSDB), que também é secretária da Sedhast (Secretaria Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho. (Foto: Divulgação / Assessoria)

A ministra da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, Nilma Lino Gomes, firma parceria com Mato Grosso do Sul nesta segunda-feira (27) para o Sinapir (Sistema Nacional de Promoção da Igualdade Racial).

O pacto, que pertence ao projeto Caravana Pátria Educadora, tem o objetivo de aprimorar projetos que estimulam a igualdade racial no país.

Nilma será recebida, em Campo Grande, pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB) e a vice-governadora, Rose Modesto (PSDB), que também é secretária da Sedhast (Secretaria Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho. O evento acontece às 9 horas na Governadoria.

“Aderindo ao Sinapir, Mato Grosso do Sul vai ter condições de dar aporte técnico, orientação e capacitação aos municípios que quiserem também sua adesão, possibilitando a criação de órgãos de defesa de direitos em suas localidades”, afirma Rose.

A caravana já percorreu cinco estados do país promovendo debates e encontros com autoridades locais, representantes de universidades e da sociedade civil. A ideia é ampliar o debate sobre o tema e firmar parcerias para a promoção da igualdade racial em todo o Brasil.

Isso acontecerá por meio da adesão dos estados e municípios ao Sinapir. Dentro do sistema, os municípios terão acesso aos recursos financeiros do governo federal por meio de chamadas públicas e, assim, desenvolver a política de igualdade racial.

No ano passado, mais de R$ 30 milhões em recursos foram devolvidos ao caixa da União por causa da falta de projetos adequados ao sistema.

As cidades de Corumbá e Bataguassu serão as primeiras em Mato Grosso do Sul a assinar a adesão, já que estão com toda a documentação em dia e possuem coordenadoria e conselhos da promoção da igualdade racial.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions