A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

06/08/2011 18:41

Estratégia eleitoral passou longe de encontro do PMDB

Edmir Conceição

Defesa por candidatura própria em 2012 descarta por antecipação discussão de eventual reedição da aliança de 15 partidos que elegeu Murilo Zauith

Geraldo Resende prega candidatura própria do PMDB em Dourados. (Foto: Kauhê Prieto)Geraldo Resende prega candidatura própria do PMDB em Dourados. (Foto: Kauhê Prieto)

O encontro do PMDB em Dourados, neste sábado, não aprofundou discussão em torno da pauta principal da programação, a estratégia eleitoral. Diante de uma plateia apática, o deputado federal Alceu Moreira, que fez a abordagem política do encontro, chegou a perguntar quem era candidato nas eleições de 2012 ou tinha pretensões em 2014, obtendo a resposta de menos de cinco pretendentes. O público preferiu ouvir mais do que se manifestar.

O governador André Puccinelli, que tinha agenda em São Gabriel do Oeste, fez uma passagem rápida pelo encontro, patrocinado pelos três pré-candidatos à sucessão do prefeito Murilo Zauith (PSB) em Dourados - deputados Geraldo Resende e Marçal Filho e vereadora Délia Razuk.

O presidente regional do PMDB, Esacheu Nascimento, dirigiu o encontro ao lado das principais lideranças do partido e dos convidados especiais, os deputado gaúcho Alceu Moreira e o senador Valdir Raupp (RO), presidente nacional do PMDB, além do senador Waldemir Moka. O presidente nacional do PMDB foi saudado ao lado da mulher, Marinha Raupp, deputada federal pelo quinto mandato em Rondônia.

O presidente do Conselho da Juventude, Gleiber Nascimento, destacou a mobilização dos jovens e das mulheres, notando que ali estava o exemplo de que passou a impressão de que os jovens não se interessam pelos debates político-partidários.

O deputado federal Geraldo Resende foi o mais incisivo na defesa da candidatura própria do PMDB. Para ele, o partido não pode estender mais o jejum de 20 anos, descartando desde já a discussão de eventual reedição da aliança de 15 partidos que elegeu Murilo Zauith em fevereiro deste ano, na eleição fora de época. O presidente nacional do PMDB, Valdir Raupp, e o deputado Alceu Moreira endossaram a tese da candidatura própria observando que o papel do partido é disputar. "Não há lógica desestimular a competição eleitoral".

“Nosso partido tem um projeto não apenas para Dourados, mas para todos os municípios da região e para todo o Estado”, disse Resende. “Vamos trabalhar para que a Prefeitura de Dourados esteja nas mãos do PMDB, pois é um partido que não foge à luta”, disse a vereadora Délia Razuk, que lidera uma corrente do partido. As três forças do PMDB em Dourados trabalham freneticamente para arrebanhar o maior número de filiados e assim garantir a indicação em convenção.

De olho em uma cadeira de deputado federal em 2014, o deputado estadual licenciado e secretário de Habitação, Carlos Marun, admite estar trabalhando com duas estratégias - tentar se viabilizar como candidato a prefeito de Campo Grande e fazer, dessa postulação à Prefeitura, instrumento de apoio ao projeto de Brasília. “Definitivamente não devo concorrer a reeleição”, afirmou Marun ao Campo Grande News.

O Diretório Municipal do PMDB de Dourados fez balanço positivo do encontro, que reuniu aproximadamente 500 militantes e partidários de 38 municípios, além de lideranças. Havia a projeção de reunir esse número de participantes. A discussão da estratégia eleitoral acabou ofuscada pelos temas das palestras, voltadas mais às discussões macros, como o Código Florestal abordado pelo senador Waldemir Moka. A justificativa é de que havia a necessidade da prestação de contas aos correligionários, da mensagem sobre a atuação e o envolvimento nos temas polêmicos e de interesse da região.

Segundo Esacheu Nascimento, a preparação do partido para as eleições de 2012 já iniciou e tradicionalmente o partido cumprirá com sua missão de ter candidatos ao cargo de prefeito no maior número possível de municípios, com ênfase nas cidades de maior potencial eleitoral. “Com as bases fortalecidas o PMDB poderá lançar candidatos em todos os níveis e em praticamente todas as cidades", disse.



É isso ai. Marçal filho, bom de voto; Delia Razuk, a rainha da simpatia e Geraldo Resende, reconhecido quase que de forma unanime pela capacidade de trabalho.
são componentes que podem levar o PMDB de Dourados a vitória em 2012 e mais ainda, realizar uma administração em consonancia com o desejo da população.
 
Julio Pizolatto em 07/08/2011 02:24:25
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions