A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 19 de Agosto de 2017

11/08/2017 12:09

Ex-líder estudantil, Reinaldo fala com líderes de escolas no Dia do Estudante

Paulo Nonato de Souza e Leonardo Rocha
Encontro do governador Reinaldo Azambuja com lideranças estudantis teve a participação 566 estudantes de 73 municípios no Rubens Gil de Camillo (Foto: João Paulo)Encontro do governador Reinaldo Azambuja com lideranças estudantis teve a participação 566 estudantes de 73 municípios no Rubens Gil de Camillo (Foto: João Paulo)

O governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), teve uma agenda diferente nesta sexta-feira, 11. Em comemoração pelo Dia do Estudante, ele participou de uma roda de conversas com presidentes de grêmios estudantis de 257 escolas estaduais de 73 municípios, no Centro de Convenções Rubens Gil de Camilo, em Campo Grande.

Reinaldo abriu o evento batizado de “bate-papo” dizendo para os estudantes que começou a pensar em político quando foi presidente do Grêmio Estudantil no Colégio Dom Bosco, em Campo Grande, na década de 1970.

“Tomei gosto pela política e em 1996 fui o primeiro prefeito eleito mais jovem de Mato Grosso do Sul, em Maracaju, porque nao concordava com o coronelismo que existia na cidade naquela época”, lembrou Reinaldo Azambuja.

Questionado pela estudante Camila Ferreira, de 16 anos, da Escola Abadia Faustino Inácio, de Campo Grande, sobre se ainda compensa participar de eleição para cargos público no Brasil, depois de tantos escândalos de corrupção, Reinaldo disse que na política se as pessoas boas não ocuparem espaço, outras sem compromissos vão ocupar.

Reinaldo com lideranças estudantis no Dia do Estudante (Foto: João Paulo)Reinaldo com lideranças estudantis no Dia do Estudante (Foto: João Paulo)

“Vale a pena sim concorrer. O Brasil passa pela sua maior crise política e financeira da história, mas se tiver casos de corrupção que as pessoas paguem por isso na cadeia. Discordo de quem defende a volta da ditatura em função da atual situação do país. A democracia é o melhor sistema, mesmo com seus problemas, porque permite que as pessoas escolham seus representantes e alternância no poder”, friou.

Com a proximidade de mais um período eleitoral, em 2018, quando serão eleitos ou reeleitos governadores, deputados estaduais, deputados federais, senadores e até o presidente da República, o governador chamou a atenção dos jovens estudantes para a importância do voto.

“Nos meus quatro anos como deputado federal vi que Brasília é o retrato da sociedade. As pessoas chegaram lá (Congresso e presidência da República) porque tiveram voto. Por isso tenham muita consciencia na hora de votar. Não pode trocar o voto ou fazer de qualquer forma”, alertou.

Segundo ele, seu primeiro voto para presidente foi em Fernando Color de Mello nas eleições de 1989. “Já comecei errado, mas de lá para cá fui amadurecendo nas minhas escolhas”, afirmou.

Histórico – No Brasil o Dia do Estudante, chamado também de Dia do Aluno ou ainda Dia do Discípulo, é comemorado sempre no dia 11 de agosto desde 1927, em homenagem aos cem anos de fundação dos dois primeiros cursos de ciências jurídicas do país, criados em 11 de agosto de 1827, por D. Pedro I.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions