A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

01/04/2014 09:22

Governador reconduz Humberto Brittes para chefiar o Ministério Público

Edivaldo Bitencourt e Leonardo Rocha
Humberto foi nomeado nesta terça-feira pelo governador (Foto: Cleber Gellio/Arquivo)Humberto foi nomeado nesta terça-feira pelo governador (Foto: Cleber Gellio/Arquivo)

O governador André PUccinelli (PMDB) reconduziu o procurador-geral de Justiça Humberto de Matos Brittes. Ele foi o mais votado na eleição realizada na sexta-feira e vai chefiar o MPE (Ministério Público Estadual) no período de 2014 a 2016, conforme o decreto publicado na edição de hoje do Diário Oficial do Estado.

Brittes foi o mais votado, com 160 votos, contra 63 da adversária, a procuradora Irma Vieira de Santana e Anzoategui. Pela primeira vez na história do órgão, apenas dois candidatos integraram a lista tríplice encaminhada ao governador, que escolheu o mais votado.

Ele vai para o segundo mandato, já que estava na chefia do MPE desde 2012, quando também foi o mais votado e escolhido por Puccinelli.

Brittes é natural de Campo Grande e se formou em Direito pela FUCMAT, atual UCDB (Universidade Católica Dom Bosco) em 1984. Ele foi assessor do corregedor-geral de Justiça, desembargador Nelson Mendes Fontoura, de 1986 a 1988. Ele ingressou como promotor de Justiça em Angélica.

Em 1989 foi designado, ainda como Promotor Substituto, para a comarca de Porto Murtinho, onde, em maio de 1989, foi promovido a Promotor de Justiça, sendo titular da Comarca até janeiro de 1991. Atuou também como titular nas comarcas de Maracaju e Aquidauana.

Após, foi promovido, por merecimento, para a comarca de Campo Grande, Entrância Especial, passando a responder perante a 15ª Promotoria de Justiça, junto à 3ª Vara Criminal. Como Promotor de Justiça de Entrância Especial, atuou, sem prejuízos de suas atribuições, perante as comarcas de Sidrolândia e Terenos.

Assumiu como procurador de Justiça no dia 25 de junho de 2004 e foi procurador-geral adjunto de Justiça de 2010 a 2012.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions