A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

05/08/2013 10:03

HU barra vereadores e causa confusão ao impedir acesso da imprensa

Aliny Mary Dias e Jéssica Benitez

Marcada para as 9 horas desta segunda-feira (5) pelos vereadores que compõem a Comissão Permanente de Saúde da Câmara Municipal, a vistoria do HU (Hospital Universitário) correu o risco de não acontecer. Tudo porque a direção da unidade barrou os vereadores ainda na guarita do prédio.

No horário marcado, os vereadores Paulo Siufi (PMDB), Chiquinho Telles (PSD) e Coringa (PSD) chegaram ao hospital, mas os funcionários que ficam na guarita do prédio impediram a entrada dos parlamentares. O PAM (Pronto Atendimento Médico) foi interditado pela Vigilância Sanitária Estadual na semana passada. 

Indignados por ter o acesso negado, os vereadores discutiram com os funcionários da guarita que chamaram outro funcionário.

Silvio de Oliveira Filho, chefe da sessão de serviços auxiliares, conversou durante meia hora com os parlamentares e a entrada deles foi liberada. No entanto, a imprensa não foi autorizada a acompanhar a vistoria.

Apesar de não participar da comissão, Alex do PT foi até o HU como líder do prefeito e, indignado com a proibição, disse que a imprensa deveria ser autorizada a entrar. “Não vou entrar se a imprensa não entrar”, afirmou.

Em todas as vistorias feitas pela comissão em hospitais, os jornalistas puderam acompanhar os trabalhos dos vereadores. Siufi disse ainda que se os jornalistas não puderem acompanhar a vistoria, a ação será suspensa.

O objetivo da vistoria é para avaliar a situação do PAM (Pronto Atendimento Médico) suspenso pela Vigilância Sanitária há uma semana.

Uma vistoria na Santa Casa de Campo Grande também está programada para esta segunda-feira.

Marun ainda quer votar relatório da JBS antes de posse no ministério
Na véspera de ser empossado como ministro da Secretaria de Governo, o deputado Carlos Marun (PMDB-MS), relator da Comissão Parlamentar Mista de Inqué...
Senado aprova R$ 1,9 bi a estados para compensar desoneração de exportações
Após suspender a sessão do Congresso Nacional, o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), retomou os trabalhos do plenário da Casa com o obj...
Temer discutirá data de votação da reforma da Previdência nesta quinta
O anúncio do líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), de que a votação da proposta de reforma da Previdência ficará para fevereiro causou r...


Os vereadores estão querendo somente aparecer na mídia para parecer que estão querendo fazer alguma coisa de verdade.
 
Ricardo Almeida em 05/08/2013 15:45:24
Então quando já não deixa entrar é porque tem alguma coisa errada não?
 
MAXIMILIANO RODRIGO ANTONIO NAHAS em 05/08/2013 15:43:39
Tem um médico... acho que Adalberto Siufi, não tenho certeza, envolvido com esse escândalo da saúde, não têm? Então porque este parlamentar, o Dr. Paulo compôe essa comissão? isso não inspira muita confiança, o povo está de olho.
 
Moisés Oliveira de Araújo em 05/08/2013 15:09:13
Não foi os gestores deste hospital que devolveram milhões de reais, verba federal, destinados à reforma e modernização? Esta na hora de exonerar desde a reitora e gestores do hospital, e ainda responsabiliza-los criminalmente.
 
Samuel K Ramos em 05/08/2013 14:43:37
Finalmente a portaria do Hospital tomou uma atitude correta... issso aqui não é casa da mãe Joana e esses vereadores não têm mais autoridade que qualquer administrador ou funcionário Federal dentro DA UNIVERSIDADE FEDERAL !!!!! Já chega um bando de gente que entra furtivamente no hospital roubando celular de acompanhantes de paciente , de funcionários, etc...
 
Laurita maidana em 05/08/2013 13:22:57
a anos o pronto socorro do hu, atende com superlotação, sem sofrer nenhuma reforma, mas atendia, e antes atendia sem passar pela central de vagas, mas sempe atendia,agora fecha, e a saude neste caus que se encontra, tem menos uma opçao... socorro!!! ruim com NHU, pior sem NHU!!
 
FRANCISCA DE PAULA em 05/08/2013 13:18:22
é uma pena que as pessoas saõ a favor da interdição, é uma vergonha tambem que uma capital que esta entre os melhores idh precise interdição em seu atendimento aos carentes e menos favorecidos eu tenho convenio se precisar tenho direito ao atendiemnto e os que naõ tem? axo que os direitos humanos ja deverian ter interferido na cituação.
 
Erimar Rodriguer em 05/08/2013 12:55:35
Aquilo lá é uma corja se escondem em véu de uma religião e metem a mão!
 
sandra lima em 05/08/2013 12:35:38
Minha opnião !o HU ta certinho eses folgados afortunados con seus supersalarios con certeza tem seus planos de saude nunca vão usar o sistema publico simplesmente deixam fachado um local de referecia agora queren ficar de visitinhas? o povo continua a sem atendimento ou sobrecarregado os outros disponivel/ se tinha algum erro la era só resolver em um dois dias naõ a mais de duas semanas ja/ isso faz o povo ir pras ruas no Brasil todo.
 
edmar rodrigues em 05/08/2013 12:03:32
Espero que este PAM continue interditado e que as melhorias sugeridas pela vigilância e outras que também são necessárias sejam exigidas pelo poder público, liberar o atendimento de novo, sem melhorar as condições de atendimento à população seria uma irresponsabilidade sem precedentes. O PAM merece uma estrutura nova, está um lixo.
 
vanessa schroder em 05/08/2013 11:49:33
Estão escondendo o que hein?
 
Rodrigo Adania em 05/08/2013 11:45:25
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions