A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 16 de Agosto de 2017

10/07/2015 16:33

Internado desde quarta, Bernal divulga nota para falar sobre operação da PF

Michel Faustino
Bernal confirmou que está internado desde quarta-feira, mas passa bem. (Foto: Cléber Géllio/Arquivo)Bernal confirmou que está internado desde quarta-feira, mas passa bem. (Foto: Cléber Géllio/Arquivo)

O prefeito cassado Alcides Bernal (PP) confirmou, em nota divulgada nesta sexta-feira (10), que está internado deste quarta-feira (8) para realização de exames médicos. Segundo a nota, mesmo de cama, Bernal diz que está acompanhando o desdobramento da Operação Lama Asfáltica e defendeu que os envolvidos sejam "exemplarmente punidos".

Conforme o texto, Bernal está acompanhando as últimas notícias sobre a operação, desencadeada ontem (9), e se sente esperançoso pois enquanto estava à frente da administração de Campo Grande agiu sempre dentro da legalidade para “proteger a cidade” das empresas e pessoas que hoje estão sendo investigadas.

O ex-prefeito complementa dizendo que apóia a investigação e espera que a mesma tenha um rápido desenrolar e que os envolvidos sejam exemplarmente punidos, “pelo bem do nosso povo”.

Internado, conforme apurou o Campo Grande News no Hospital do Pênfigo, Bernal faz mistério sobre o estabelecimento em que está internado. Ontem, a assessoria tinha negado a internação do ex-prefeito. Nesta sexta-feira, ele divulgou a nota para destacar que não há motivos para preocupação. Conforme a nota, ele deve ter alta ainda hoje.

Operação Lama Asfáltica - O esquema deu prejuízo de ao menos R$ 11 milhões dos cofres públicos. De acordo com a PF, foram fiscalizados contratos de R$ 45 milhões. Ainda conforme a polícia, a organização criminosa era “especializada em desviar recursos públicos, inclusive federais”.

Foram cumpridos 19 mandados de busca e apreensão no desenvolvimento da ação. Entre os locais visitados pelos agentes estão as casas de João Amorim, do ex-secretário de obras Edson Giroto e do ex-secretário municipal de Infraestrutura, Transporte e Habitação, João Antônio De Marco.

Também foram apreendidos R$ 210 mil, R$ 195 mil em cheques, US$ 100 mil e 3 mil euros, além de computadores e documentos, também foi apreendida uma obra de arte.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions