A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

27/11/2015 09:11

Julgamento tem ex-governador, mas começa sem achar testemunha chave

Filipe Prado e Antonio Marques
Puccinelli assegura que não sabe para quem vai depor (Foto: Fernando Antunes)Puccinelli assegura que não sabe para quem vai depor (Foto: Fernando Antunes)

O ex-governador de Mato Grosso do Sul, André Puccinelli (PMDB), foi um dos primeiros a chegar ao julgamento do prefeito afastado Gilmar Olarte (PP), no TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul). Ele assegurou que não sabe por que foi chamado para depor e não afirmou de quem será testemunha. A testemunha chave no caso, o empresário Paulo Sérgio Telles, não foi localizado para prestar depoimento.

Por engano, Puccinelli entrou pela porta principal do plenário criminal do TJ. Questionado sobre o depoimento, o ex-governador não revelou detalhes sobre a intimação. “Me arrolaram como testemunha, não sei de quem, porque e para que”, assegurou. “Não quero ser nem testemunhas de Jeová”, brincou.

Ele deixou o plenário ao ser informado que as testemunhas do julgamento deveriam entrar pelos fundos da sala. Além dele, 17 pessoas foram intimadas para depoimento, sendo que Mario César Oliveira da Fonseca (PMDB), Alcides Bernal (PP) e Rodrigo Pimentel estão entre os que comparecerão.

Nelson Trad Filho, intimado como testemunha, apresentou atestado, pois fará uma ressonância nesta sexta-feira, por isso não comparecerá ao julgamento. O advogado de Olarte, Jail Azambuja, afirmou que Paulo Sérgio Telles não foi encontrado para ser intimado, sendo ele peça chave para o julgamento. Mesmo sem ter sido intimado, Paulo Telles compareceu.

A sessão deve começar às 9h, presidida pelo desembargador Luiz Cláudio Bonassini. Olarte será julgado pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. O ex-prefeito foi afastado do cargo na Operação Coffee Break, no dia 25 de agosto passado, que apura a compra de vereadores para cassar o mandato de Bernal.



Esse é outro safado... Cara de capeta, chefe de quadrilha... E sabe o que é pior? É bem capaz desse vagabundo infeliz sair por cima nessa história toda. Tenho verdadeiro nojo, asco, dessa gentinha infeliz. Quero que todos vão pro meio dos quintos dos infernos. Povo safado, interesseiro, corrupto. Deveriam sentir vergonhas de serem chamados de seres humanos. Corja de salafrários.
 
Mariana Carvalho em 27/11/2015 09:43:52
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions