A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

09/11/2010 15:06

Justiça aceita denúncia contra vereador preso na Owari

Redação

A denúncia contra o presidente da Câmara de Naviraí, vereador José Odair Gallo (PDT), foi aceita pelo juiz da Vara Criminal da cidade, Paulo Roberto Cavassa de Almeida. Gallo foi preso na operação Owari em julho de 2009 e denunciado pelo Ministério Público por corrupção passiva.

Além de corrupção passiva, Gallo é suspeito de advocacia administrativa, em negócio envolvendo Eduardo Takashi Uemura, outro preso na Owari, e acusado de corrupção ativa.

A denúncia contra Gallo foi oferecida em 24 de agosto deste ano, e relata que Uemura teria oferecido vantagens ao vereador para que o parlamentar intermediasse a escolha e desapropriação de um imóvel para a instalação de um cemitério na cidade. O empreendimento seria administrado pela empresa Uemura & Cia, de propriedade de Eduardo.

O vereador foi alvo de corrupção por Eduardo, que condicionou o emprego do irmão de José Odair em sua empresa à conquista do empreendimento em Naviraí. A conversa entre Uemura e José Odair foi veiculada por emissoras de televisão locais.

Gallo têm dez dias para apresentar defesa à justiça.

Manobra - No final de 2008, um projeto alterou a Lei Orgânica do município de Naviraí, extinguindo a reeleição na presidência da Câmara de Vereadores. Mesmo assim, José Odair aprovou ontem um projeto que pode mantê-lo no cargo.

O curioso é que o projeto aprovado em 2008 tinha o aval de Gallo, além dos vereadores Benedito Missias (Dito) e Vanderlei Chagas, ambos do PR.

Ontem, os mesmos opositores de dois anos atrás foram "favoráveis" à proposta do presidente, acompanhando os votos de Jean Volpato (PMDB) e Marcos Volpato (PP).

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions