ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SEXTA  23    CAMPO GRANDE 25º

Política

Justiça reafirma decisão e mantém suspensa eleição na Acrissul

Por Fabiano Arruda | 03/06/2011 10:22
Chapa “Força do Agronegócio”, encabeçada por Zeito, acusou atual diretoria da Acrissul de descumprir estatuto. (Foto: Divulgação)
Chapa “Força do Agronegócio”, encabeçada por Zeito, acusou atual diretoria da Acrissul de descumprir estatuto. (Foto: Divulgação)
Do outro lado, Maia diz que opositores têm pendências financeiras com a entidade.
Do outro lado, Maia diz que opositores têm pendências financeiras com a entidade.

A juíza da 7ª Vara Cível, Gabriela Müller, reiterou decisão proferida na segunda-feira e manteve suspenso o processo eleitoral da Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul) previsto para o dia 7.

A chapa “Força do Agronegócio”, encabeçada por José Lemos Monteiro, o Zeito, ingressou com ação cautelar e pedido de liminar sob argumento que o candidato à reeleição, Francisco Maia, iniciou o processo eleitoral em desacordo com o estatuto da entidade, sem constituir comissão eleitoral.

Além disso, outro argumento de Zeito é que Maia se recusou a fornecer a relação de sócios à chapa.

No entendimento da magistrada, a composição da comissão eleitoral por Francisco Maia foi extemporânea, uma vez que se deu apenas no dia 28 de maio, enquanto o edital com as regras do processo eleitoral saiu no dia 18 de maio e deveria ser concomitante à composição da comissão.

Em entrevista ao Campo Grande News, na terça-feira, Maia rebateu as acusações e afirmou ainda que os opositores na eleição da entidade têm irregularidades em sua composição.

A entidade acusa a chapa "A Força do Agronegócio" de possuir três integrantes com pendências financeiras junto à tesouraria da Acrissul.

Já Zeito retrucou. “Pedimos tudo insistentemente. Quase imploramos ao senhor Francisco Maia. Com a proximidade da eleição tive de adotar medidas judiciais cabíveis e necessárias”, disse.

Em meio à troca de farpas e o imbróglio judicial, os candidatos devem participar de debate no domingo, às 8 horas, promovido pela TV MS Record (canal 11).

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário