A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 13 de Dezembro de 2018

11/06/2018 10:39

Lei sobre autenticação diminui custos e facilita vida do cidadão, diz Reinaldo

A proposta, que foi sancionada nesta segunda-feira, autoriza advogados a fazer cópias autenticadas ao invés do próprio cliente

Mayara Bueno e Leonardo Rocha
À direita, o presidente da OAB, Mansour Karmouche discursa ao lado do governador Reinaldo, do presidente da Assembleia, Junior Mochi, e do deputado Enelvo Felini, durante evento na Ordem. (Foto: Marina Pacheco).À direita, o presidente da OAB, Mansour Karmouche discursa ao lado do governador Reinaldo, do presidente da Assembleia, Junior Mochi, e do deputado Enelvo Felini, durante evento na Ordem. (Foto: Marina Pacheco).

Agora lei, a autorização para advogados autenticarem documentos vai diminuir a burocracia e custos para o cidadão, avaliou o governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB).

Nesta segunda-feira (dia 11), o chefe do Executivo sancionou o projeto de lei que autoriza aos advogados autenticarem cópias de documentos de seus clientes, que têm processos com a administração pública. Antes da norma, quem fazia o procedimento era o próprio cliente.

Resta a publicação em Diário Oficial do Estado, que deve ocorrer amanhã. Segundo Azambuja, a lei vai no sentido de "desburocratizar as ações públicas". "Facilita a vida das pessoas e diminui os custos"

O presidente da OAB-MS (Ordem dos Advogados do Brasil seccional de MS), Mansour Elias Karmouche, destacou que a medida vai beneficiar 16 mil advogados, que terão o trabalho valorizado, além de tirar a responsabilidade do cidadão em mais um custo.

Projeto -O documento poderá ser efetivado por meio de declaração firmada e apresentada pelos advogados, junto com a cópia dos documentos em formulários próprios do órgão, destinados a essa finalidade.

Autor da proposta, o deputado Enelvo Felini (PSDB), afirmou que a medida vai diminuir a burocracia e reduzir gastos do cliente, já que o próprio advogado adotará o procedimento. No País, MS é o primeiro estado a ter a legislação. No estado de São Paulo, a capital já adota a lei.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions