A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

04/11/2013 15:41

Lerdeza de Bernal em adotar medidas volta a causar insatisfação no PT

Zemil Rocha
Bernal ainda não atendeu nenhum dos quatro pedidos do PT (Foto: arquivo)Bernal ainda não atendeu nenhum dos quatro pedidos do PT (Foto: arquivo)

A paralisia do prefeito Alcides Bernal (PP) em promover mudanças que combinou realizar em reunião com os petistas há uma semana, dia 29 de outubro, está causando nova insatisfação generalizada no PT. Dirigentes e lideranças consideram inadmissível que, passada uma semana e diante da atual crise política, Bernal não tenha tomada nenhuma atitude.

Na terça-feira passada, Bernal teria aceita os quatro pontos apresentados pelo PT, em tom de ultimato: composição imediata de conselho político que ajude ele a governar a cidade; nomeação imediata de um coordenador político da administração para estabelecer relação com as instituições e a Câmara; recomposição de seu governo com novos forças partidárias; e imediata reabertura de diálogo com a Câmara.

O presidente do Diretório do PT de Campo Grande, Gildo Oliveira, lamentou esta tarde a inércia do prefeito. “Disse que ía atender em todas as nossas propostas, mas até agora nada”, afirmou o dirigente. Indagado se a tendência é que o PT continue esperando que Bernal implemente as propostas, Gildo respondeu: “Não, a tendência é resolvermos também nossa caminhada”.

Já o vereador Zeca do PT criticou o fato de Bernal não ter percebido até agora que “a pressa é dele e não do PT” em buscar sair do isolamento político. “Cansou. Bernal cansa a beleza de qualquer um. Só não se cansa o Bernal com a insistência de fazer o governo sozinho”, declarou o ex-governador. “É uma sangria desatada”, acrescentou.

Até mesmo o líder do prefeito na Câmara de Campo Grande, Marcos Alex (PT), manifestou sua apreensão com a falta de iniciativa do progressista. “A solução virou um problemão e o que se percebe é um déficit de decisão que nos impede de estar em outra fase político-administrativa”, disse o petista.

Hoje à tarde ou no começo da noite o PT volta a fazer reunião para discutir sua relação com o prefeito Alcides Bernal. A reunião, porém, deve ser esvaziada, sem a presença das principais lideranças do PT, como o senador Delcídio do Amaral, o vereador Zeca do PT e os deputados federais. Até mesmo o presidente regional pode acabar não participando, já que viajou para Brasília e ainda não voltou.

Mesmo o horário da reunião está indefinido. “Vai ser depois das 16 horas”, afirmou Gildo Oliveira. “Não sei ao certo porque estamos esperando o presidente Marcus Garcia chegar de Brasília”, explicou.

Zeca do PT não sabia também do horário e avisou que não iria. “Minha posição todos já sabem. Não vou nessa reunião”, garantiu. O deputado federal Antônio Carlos Biffi também informou que não irá. “Prefiro nem falar mais sobre o prefeito Bernal. Minha posição já é conhecida”, disse.



Sai dessa logo PT
 
mario da silva em 04/11/2013 18:01:14
Esse Bernal é o cara só de fazer o PT de besta já está valendo o ingresso, kkkkkkkkkkk.
 
joão afonso em 04/11/2013 16:42:21
Já viu que não tem competência por isso esta agindo assim para provocar a cassação, e quando este fato for iminente ele renuncia para não perder seus direitos politico e ainda sai se fazendo de vitima para seu bando (é bando mesmo) de eleitores malfeitores que viram o resultado desastroso da eleição deste insano para administrar nossa cidade e mesmo assim ainda acham que o errado são os vereadores que se não o tirarem dai conforme manda a lei estarão incorrendo em crime de responsabilidade tanto quanto ele, Senhores vereadores esta na hora de cumprirem a lei e livrar nossa capital deste estorvo.
 
Antonio Mazeica em 04/11/2013 16:40:41
Essa história do PT estar preocupado em salvar o Bernal em nome da governabilidade é papo furado, só quem quer isto é o Alex do PT para se manter no cargo de vereador, pois a titular é Thaís Helena se o Bernal cai ela volta a ocupar sua cadeira e ai o Alex esta fora da câmara, por isso a radical defesa do "indefensável" exercida por ele em apoio ao (cruz credo) prefeito, O Zeca não tá nem ai, só cuidando da vida dele, o Senador Delcidio, idem, alias ele que mais vai perder se aliarem o nome dele a esta desastrosa (cruz credo de novo) administração, por isto mandaram os dois "presidentes" do PT o regional e o municipal para darem um "ultimato" ao Bernal pois são apenas "cumpanheiros" figurativos, sem cargos sem mandatos sem carisma e sem importância nenhuma a opinião deles. Re-postagem.
 
Antonio Mazeica em 04/11/2013 16:27:20
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions