A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

27/04/2013 16:05

Márcio Monteiro assume presidência estadual do PSDB em convenção

Gabriel Neris
Convenção do PSDB foi realizado na tarde deste sábado na Assembleia Legislativa (Foto: Marcos Ermínio)Convenção do PSDB foi realizado na tarde deste sábado na Assembleia Legislativa (Foto: Marcos Ermínio)

O deputado estadual Márcio Monteiro foi eleito na tarde deste sábado (27), durante convenção na Assembleia Legislativa, o presidente estadual do PSDB. O parlamentar era candidato único e assume o posto que foi comandando pelo deputado federal Reinaldo Azambuja durante seis anos.

“Assumo para dirigir o partido em nível de estado com a responsabilidade de grande líder, que já teve Lúdio Martins Coelho, Marisa Serrano, Waldir Neves e o Azambuja”, exaltou.

Azambuja acredita que com Monteiro a frente do partido haverá renovação no quadro. “É a oxigenação de pessoas, o PSDB é um partido plural”.

Com o lema “Uma Nova Política: pensando em Mato Grosso do Sul”, o partido já começa a deslumbrar com as eleições do ano que vem. “O PSDB tem uma trajetória e terá candidatura majoritária. O projeto é o governo do Estado, mas isso não impede de conversar com outros partidos”, acrescentou.

Monteiro afirma que o nome de Reinaldo Azambuja é o maior do partido para encabeçar uma disputa em 2014.

“O plano de trabalho é o PSDB chegar forte. O Reinaldo sai em candidatura majoritária, não podemos ficar a mercê de outros partidos”, disse o presidente do PSDB em Campo Grande, Carlos Alberto de Assis.

Azambuja afirmou que já houve conversação com o governador André Puccinelli para uma tentativa de reaproximação com o PMDB. “Eu falei para o governador que é preciso gestos e atitudes, até hoje não vi, contrariamente do PT”, alfinetou.

O deputado acredita que é possível uma aliança entre PSDB e PT, conhecidos pela rivalidade nacional. Os dois partidos apoiaram no ano passado a candidatura do atual prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), no segundo turno, tornando oposição do PMDB.

“Não é impossível. Acho que dá pra conversar, amadurecer a plataforma de governo”.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions