A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 20 de Março de 2019

01/12/2018 10:26

Marquinhos espera ter mais recursos com ministros de MS e Bolsonaro

Prefeito diz que não quer "privilégios" em Brasília, apenas "igualdade" com os demais estados

Leonardo Rocha
Prefeito Marquinhos (PSD) conversa com moradora, em evento no bairro Pioneiras (Foto: Leonardo Rocha)Prefeito Marquinhos (PSD) conversa com moradora, em evento no bairro Pioneiras (Foto: Leonardo Rocha)

O prefeito Marquinhos Trad (PSD) disse hoje (1º), durante a manhã, que espera mais recursos federais para Campo Grande, a partir do ano que vem, com a presença no Palácio do Planalto, de dois ministros de Mato Grosso do Sul, além do novo presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL).

“Aguardamos o princípio de um tempo novo, onde podemos ter mais recursos federais para Campo Grande e Mato Grosso do Sul, com mais apoio e olhar diferenciado, no entanto sem privilégios”, observou Marquinhos, durante evento da escolinha pública de futebol, no bairro Pioneiros.

Marquinhos explicou que espera que o novo governante (Bolsonaro) e equipe tenham o mesmo “olhar para o Estado”, que as outras gestões anteriores tiveram com Rio Grande do Sul, Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro. “O que queremos é um olhar com igualdade, até porque acredito que todos terão portas abertas em Brasília, sem diferenciação”.

O prefeito divulgou apoio ao presidente eleito no segundo turno, quando Bolsonaro enfrentou o candidato Fernando Haddad (PT), e venceu as eleições. O novo governo por enquanto já conta com dois ministros de Mato Grosso do Sul, Luiz Henrique Mandetta (Saúde) e Tereza Cristina (Agricultura). O primeiro inclusive é primo do chefe do executivo municipal.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions