A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 09 de Dezembro de 2018

31/12/2016 14:47

Marquinhos Trad entrega renúncia e Assembleia convoca suplente

Vaga deve ficar com Paulo Siufi, que não definiu se assume

Leonardo Rocha
Marquuinhos enviou sua carta de renúncia, para assumir a prefeitura de Campo Grande (Foto: Assessoria/ALMS)Marquuinhos enviou sua carta de renúncia, para assumir a prefeitura de Campo Grande (Foto: Assessoria/ALMS)

O prefeito eleito, Marquinhos Trad (PSD), enviou sua carta de renúncia em relação ao seu mandato de deputado estadual, para ser empossado amanhã (01), como prefeito de Campo Grande. Com isto, o presidente da Casa de Leis, o deputado Junior Mochi (PMDB), já convocou a primeira suplente, Délia Razuk (PR), que também não irá assumir o cargo.

Como Délia Razuk também irá assumir a prefeitura de Dourados, segunda maior cidade do Estado, amanhã (01), o próximo a ser notificado será o vereador Paulo Siufi (PMDB), que ainda não decidiu se vai aceitar o mandato de dois anos na Assembleia, ou se pretende continuar como vereador, por uma legislatura inteira, até 2020.

Se Siufi declinar da vaga de deputado estadual, o próximo na lista será o ex-prefeito de Sidrolândia, Daltro Fiuza. Ele iria disputar neste ano, novamente o cargo de chefe de executivo na cidade, mas desistiu depois de impasse junto ao TCE (Tribunal de Contas Estadual), pois seu nome foi incluído entre políticos considerados "ficha-sujas".

Mandato - Marquinhos deixa a Assembleia depois de três mandatos, o último incompleto, que terminaria em 2018, tendo participado de algumas CPIs (Comissão Parlamentar de Inquérito), como da Enersul, onde atuou no papel de relator, assim como da Telefonia, que foi o presidente e do Cimi (Conselho Indigenista Missionário), onde trabalhou como vice-presidente.

Ele se despediu dos colegas no último dia 15 de dezembro, durante sessão ordinária. Agradeceu pela convivência e aprendizado com os demais parlamentares e ponderou que seu gabinete na prefeitura municipal, vai estar de portas abertas para os deputados, para discutir questões para cidade.

Nesta oportunidade, o presidente da Assembleia, Junior Mochi (PMDB), desejou boa sorte ao prefeito eleito e disse que espera que seu novo mandato a frente de Campo Grande seja "positivo e a altura do seu conhecimento e dedicação".



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions