A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 23 de Julho de 2018

13/10/2015 12:19

Mochi anuncia criação de CPI para investigar violência contra indígenas

Flávia Lima e Leonardo Rocha
Indígenas foram a Assembleia Legislativa semana passada para pressionar criação de CPI. (Foto:Gerson Walber/Arquivo)Indígenas foram a Assembleia Legislativa semana passada para pressionar criação de CPI. (Foto:Gerson Walber/Arquivo)

Durante sessão da Assembleia Legislativa desta terça-feira (13), o presidente da Casa, deputado Junior Mochi (PMDB), anunciou a criação da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) que vai apurar a omissão do Estado frente a atos de violência cometidos contra povos indígenas entre 2000 e 2015.

Conhecida como CPI do genocídio indígena, a proposta de criação da Comissão foi apresentada pela bancada petista como contrapartida a CPI do Cimi (Conselho Indigenista Missionário), que terá seus primeiros depoimentos na tarde desta terça-feira e que vai apurar se a entidade incentivou ou financiou invasões de terras em Mato Grosso do Sul, por grupos indígenas.

A proposta de criação da CPI passou antes pela CCJR (Comissão de Constituição, Justiça e Redação) e o presidente, deputado José Carlos Barbosa (PSB), chegou a recomendar que ela também apure atos de violência cometidos contra todo tipo de trabalhador do campo, porém a recomendação não foi aceita.

Os nomes que irão compor a CPI serão definidos em sessão nesta quarta-feira (14). Terão direito a uma vaga cada, o PMDB, PSDB e PT. Já o bloco dos partidos menores poderão indicar dois integrantes.

A crianção da CPI teve origem em uma manifestação realizada semana passada, por um grupo de índios do Cimi, que protestou na Assembleia Legislativa, contra a CPI do Cimi. Na ocasião, os indígenas afirmaram que pelo menos 400 índios foram assassinados nos últimos 12 anos em Mato Grosso do Sul.

Comunidades indígenas e representantes de movimentos sociais fizeram um culto ecumênico no local durante o protesto, mas acabaram deixando o prédio, sem entrar em consenso com os deputados.

 

 

 

Índios denunciam ao Cimi ataque a acampamento em Naviraí
Índios guarani-caiuá denunciam ataque de jagunços em Naviraí, na área em que denominam tekohá Kurupi. De acordo com relatos encaminhados ao Cimi (Con...
Eleições presidenciais já têm cinco candidatos confirmados
No primeiro fim de semana de convenções nacionais, os partidos políticos confirmaram cinco candidatos a presidente da República: Ciro Gomes (PDT), Gu...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions