A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

14/10/2016 12:23

Mochi vai avaliar abertura de CPI apenas na semana que vem

Leonardo Rocha
Mochi vai avaliar pedido na próxima terça-feira (Foto: Assessoria/ALMS)Mochi vai avaliar pedido na próxima terça-feira (Foto: Assessoria/ALMS)

O presidente da Assembleia, Junior Mochi (PMDB), afirmou que vai avaliar apenas na semana que vem, o pedido de abertura de CPI, que pretende investigar de 1986 até neste ano, eventuais funcionários fantasmas e casos de nepotismo cruzado, do legislativo com o TCE (Tribunal de Contas Estadual).

A CPI proposta pelo deputado Marquinhos Trad (PSD), já tem 12 assinaturas disponíveis, enquanto eram necessários apenas oito. Resta ao presidente da Assembleia avaliar se o pedido, preenche os demais requisitos, como tempo e o objetivo definido para investigação. Cabe ele, instaurar a comissão parlamentar e pedir que os partidos indiquem os integrantes.

"Ainda não analisei o pedido, na próxima terça-feira (18) vou avaliar a proposta e comunicar os partidos", disse Mochi. Os lideres das bancadas do PT, PSDB e PMDB disseram que só vão se reunir, para definir os integrantes da CPI, depois que o presidente instaurar a investigação.

Abertura - Este assunto entrou em pauta, quando o então candidato a prefeito, Athayde Nery (PPS), questionou Marquinhos Trad, durante um debate, se ele era "funcionário fantasma" da Assembleia, na época em que foi nomeado como assessor do gabinete do seu pai, Nelson Trad.

Marquinhos alega que tem todas as "fichas" que comprovam sua presença, quando exercia este cargo e que se afastou da função, quando se tornou secretário municipal na Capital, depois vereador e deputado estadual. Por esta razão, e propôs a CPI, para esclarecer os fatos e saber "quem eram os fantasmas" da Assembleia.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions