ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, QUINTA  21    CAMPO GRANDE 32º

Política

MS fica fora de comissão que discutirá preservação do Pantanal

Sem senadores na comissão de meio ambiente, estado ficará de fora dos debates

Por Jhefferson Gamarra | 22/09/2021 16:48
Queimadas na região do Pantanal em Mato Grosso do Sul (Foto: Reinaldo Nogales/Ecoa)
Queimadas na região do Pantanal em Mato Grosso do Sul (Foto: Reinaldo Nogales/Ecoa)

O Senado instalou nesta quarta-feira (22), a Subcomissão Permanente de Proteção ao Pantanal, que tem como objetivo propor melhorias na legislação, políticas públicas e ações para preservação do bioma. Mesmo com 65% da maior planície alagada do mundo localizada no Mato Grosso do Sul, nenhum dos 3 senadores do Estado participará das discussões.

O novo colegiado é vinculado à Comissão de Meio Ambiente (CMA), como nenhum dos parlamentares integram a comissão, Mato Grosso do Sul ficará sem voz ativa nos encontros.

A subcomissão, que também servirá para monitoramento dos incêndios que atingem o Pantanal, será presidida pelo senador Wellington Fagundes (PL-MT) e terá como vice-presidente, o senador Izalci Lucas (PSDB-DF), na chapa que valerá para o biênio 2021-2022.

Durante a instalação, o vice-presidente da subcomissão, senador Jayme Campos destacou que o colegiado será de extrema importância e decisivo para o aprimoramento das atividades desenvolvidas na região. “Será a chance de uma nova perspectiva, até porque temos compromisso com a preservação do ecossistema e dos recursos naturais do nosso país”, declarou.

Procuradas, as senadoras Simone Tebet (MDB-MS) e Soraya Thronicke (PSL-MS), informaram que apesar de terem interesse pelo tema em debate, o regimento as impedem de compor a subcomissão. O senador Nelsinho Trad (PSD-MS), informou que após assumir a liderança do PSD, cedeu a vaga de membro na comissão de meio ambiente para um colega de partido, mas agora, por se tratar de uma questão do Pantanal solicitará o retorno para participar das discussões.

A subcomissão será composta por 8 senadores, sendo quatro titulares e quatro suplentes. Além do presidente e vice, o colegiado terá os senadores Jayme Campos (DEM-MT); Luis Carlos Heinze (PP-RS); Carlos Fávaro (PSD-MT); Jean Paul Prates (PT-RN); Leila Barros (Cidadania-DF); Plínio Valério (PSDB-AM).

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário