A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 20 de Agosto de 2017

30/06/2014 12:55

Nelsinho destaca trabalho social e qualidade da sua candidata a vice

Leonardo Rocha e Kleber Clajus
Nelsinho ressalta que sua vice atendeu a todas as expectativas de sua chapa (Foto: Cleber Gellio)Nelsinho ressalta que sua vice atendeu a todas as expectativas de sua chapa (Foto: Cleber Gellio)

O ex-prefeito e candidato ao governo, Nelsinho Trad (PMDB), esteve nesta manhã na convenção do PSB, quando foi homologado o nome de sua vice, a pastora Janete Morais, além do nome do 2° suplente ao Senado, o ex vice-governador, Moacir Kohl. O peemedebista fez questão de destacar a qualidade e os trabalhos desenvolvidos por sua companheira de chapa.

“A Janete (Morais) era justamente a pessoa que estávamos procurando para nossa chapa, ela vem da região de Dourados, tem muita qualidade e desenvolve trabalhos sociais importantes em todo Estado”, apontou ele.

Nelsinho ressaltou que sua candidata a vice tem a “sensibilidade” feminina importante na política, além de também ter inserções no agronegócio. “Estou feliz com esta escolha do PSB, vai acrescentar e ajudar muito em nossa campanha”.

Já a candidata ao Senado, a vice-governadora Simone Tebet (PMDB), ressaltou a importância da candidata a vice ser mulher. "Uma vez que nós já garantimos esse direito de ser vice-governadora, nada mais justo do que isso se mantenha". Ela ainda ponderou que chegará o momento que uma mulher irá ser governadora do Estado. "Talvez o momento não seja este momento, chegaremos lá".

No encontro, Nelsinho voltou a destacar o apoio ao ex-governador Eduardo Campos (PSB), candidato a presidência da república. “A convenção apontou que 99% do PMDB apoiou esta nossa decisão, isto demonstra que o partido está coeso e unido nesta campanha”.

Sobre o governador André Puccinelli (PMDB), Nelsinho disse que ele vai ser um “apoiador” nesta campanha, continuando a administrar o Estado e nos tempos disponíveis participando dos eventos e ações da coligação.

Aliados – A coligação do PMDB continua com nove partidos, em duas chapas tanto na eleição para deputado estadual, como para federal. “Estamos conciliando a situação dos aliados, já que nenhum partido quer sair com aqueles que já tem deputados, pois estes levam vantagem, tem estrutura maior”.

Nelsinho reconheceu que a definição final dos aliados só irá acontecer após registro, no dia 5 de julho, já que apesar das convenções, ainda existem conversas de ambos os lados.

Campanha – A candidata ao Senado, a vice-governadora Simone Tebet (PMDB), também esteve no evento, ela ressaltou que a sua disputa não o mesmo “ritmo” e intensidade do confronto para o governo estadual. “Conheço bem os dois candidatos ao Senado, eles possuem uma vida de trabalho em Mato Grosso do Sul, haverá respeito mútuo entre os adversários”.

Até o momento existem cinco candidatos ao Senado, além de Simone Tebet (PMDB), o médico Ricardo Ayache (PT), o empresário Antônio João Hugo Rodrigues (PSD), o presidente regional do PSOL, Lucien Resende, e Valdemir Cassemiro (PSTU).




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions