ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, QUINTA  22    CAMPO GRANDE 29º

Política

Prefeito inocenta filho de maldade em vídeo polêmico e diz que houve exagero

Daniel Machado | 17/03/2015 23:32
Segundo ele, há montagens de vídeos maldosos contra a presidente Dilma e o PT na Internet e nunca houve nenhuma manifestação ou represália. (Foto: Divulgação)
Segundo ele, há montagens de vídeos maldosos contra a presidente Dilma e o PT na Internet e nunca houve nenhuma manifestação ou represália. (Foto: Divulgação)

Em entrevista ao Campo Grande News, o prefeito de Porto Murtinho, Heitor Miranda dos Santos, disse que não houve maldade alguma no vídeo que o filho, Marcelo Heitor Silvestre dos Santos, postou na Internet zombando das pessoas que, no último domingo (15) foram às ruas protestar contra a corrupção no Brasil.

De acordo com o chefe do Executivo, há montagens de vídeos jocosos e depreciativos na Internet, segundo ele de mal gosto contra a presidente Dilma e o PT, e nunca houve, por conta disso, nenhuma manifestação ou represália.

“Eu já vi montagens muito piores contra a presidenta Dilma. E nada foi comentado. Há dois pesos e duas medidas, de um lado pode-se tudo em nome da liberdade de expressão, mas do lado de cá, quando alguém se manifesta, recebe essa avalanche de críticas”, disse.

“Creio que está havendo um clima de muita intolerância e ódio, ele (Marcelo) não teve intenção nenhuma de fazer mal a ninguém, tanto que enviou o vídeo a apenas uns amigos, como brincadeira, mas vazou. E aí eu pergunto: a quem interessaria o vazamento disso”?

Ele defendeu o filho também contra as insinuações de que ele é viciado em cocaína por causa dos trejeitos e da forma como aspirava o ar constantemente no vídeo. “Meu filho tem rinite crônica e vai fazer inclusive um exame toxicológico para provar isso. Quem conhece o Marcelo sabe que ele nunca se envolveu com nenhum tipo de droga. Não adianta tentar inverter o ônus da prova, quem acusá-lo terá de comprovar”, disse. “E já estamos tomando as medidas jurídicas cabíveis, inclusive para descobrir quem vazou o vídeo”.

O prefeito apoiou a posição de Marcelo, que em entrevista à imprensa hoje disse não se arrepender do vídeo por “não ofender ninguém e apenas colocar de forma irônica o que pensava”, no entanto, diante da repercussão, acredita que o filho pensaria duas vezes antes de gravá-lo novamente.

“A preocupação é com a integridade física dele e da família, a injúria e difamação de um jovem pai de família, que é limpo e honrado, além de envolverem maldosamente o Zeca (Zeca do PT, deputado federal e irmão do prefeito) e o Vander (Vander Loubet, deputado federal e primo de Marcelo) com insinuações maldosas e sem sentido”, finalizou.

Nos siga no Google Notícias