ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, QUARTA  26    CAMPO GRANDE 31º

Política

Preferência por candidatos foi colocada na mesa com Trad e Puccinelli

Por Fabiano Arruda e Wendell Reis | 10/02/2012 12:30
Siufi diz que está na briga e tem com arma Deus e os amigos(Foto:João Garrigó)
Siufi diz que está na briga e tem com arma Deus e os amigos(Foto:João Garrigó)

Reunião realizada na última segunda-feira entre o governador André Puccinelli (PMDB) e o prefeito Nelsinho Trad (PMDB), junto com os deputados federais Luiz Henrique Mandetta (DEM) e Edson Girotto (PMDB), além do vereador Paulo Siufi (PMDB), trouxe à tona a possível preferência entre os concorrentes.

A “vantagem” da dupla foi questionada pelo presidente da Câmara Municipal, Paulo Siufi, durante a reunião. Siufi disse que o deputado Giroto é afilhado político de Puccinelli e Mandetta tem proximidade com Trad. Apesar disso, declarou que tem o apoio de alguém que estava ali, mas ninguém via: “Eu não tenho padrinho, mas tenho Deus me dando força".

Segundo ele, tanto o governador como o prefeito negaram preferência e Puccinelli chegou a brincar com a situação: “Está afiado em turquinho”. Siufi ressalta que segue na briga e tem com armas Deus e amigos.

O presidente da Câmara está intensificando as visitas nos bairros de Campo Grande na companhia dos vereadores, que já estão à caça de seus cabos eleitorais. Siufi salienta que nesta “batalha” para definir o candidato, pode-se ter a impressão que a disputa está entre um ou outro, mas esclarece que os três lutam para ser o escolhido.

Giroto tem o nome difundido como preferência entre os deputados. A favor de Mandetta está a facilidade do deputado federal em transitar entre os partidos aliados. Já no comando do PMDB, as principais lideranças defendem que o nome saia do próprio partido. De qualquer forma, o resultado das pesquisas sobre os nomes são apontadas como determinantes.

Entre os critérios da pesquisa estão a capacidade de aglutinação, confronto de perfis, rejeição, confronto com aliados e questionamentos sobre setores específicos. O Ibope deve perguntar, a exemplo, quem o eleitor acha melhor para a saúde ou educação.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário