A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

12/03/2013 14:02

Presidente da Assembleia faz visita a Bernal e oferece apoio à administração

Luciana Brazil e Mariana Lopes
Deputado diz que se colocou a disposição para ajudar na harmonia entre prefeito e vereadores. (Foto:Marcos Ermínio)Deputado diz que se colocou a disposição para ajudar na harmonia entre prefeito e vereadores. (Foto:Marcos Ermínio)

Por quase uma hora, o presidente da Assembleia Legislativa, o deputado Jerson Domingos (PMDB), esteve reunido na manhã de hoje com o prefeito Alcides Bernal (PP) no gabinete da Prefeitura. Durante o encontro, o deputado se colocou a disposição do prefeito para apaziguar sua situação com a Câmara, onde o prefeito tem minoria. Hoje, dos 29 vereadores, apenas sete fazem parte da base aliada de Bernal.

“A assembleia é um instrumento político que pode ajudar os deputados a ter essa relação com os vereadores. Claro que não podemos intervir na posição deles, mas podemos harmonizar para fazer de Campo Grande a cidade que queremos”, disse o deputado.

Jerson fez questão de frisar que o governador André Pucinelli (PMDB) já se mostrou acessível para trabalhar em prol do relacionamento entre os vereadores e prefeito. “O Andre já se mostrou disponível pra isso e Bernal também entende que é dessa forma que funciona”.

O deputado afirmou também que diversos pedidos foram feitos por ambos, porém, o que dominou o diálogo foi a súplica de harmonia entre os poderes. “Foram feitos inúmeros pedidos de ambas as partes, mas o que mais prevaleceu foi o pedido de harmonizar tanto a Prefeitura, como a Assembleia, o governo e a Câmara, para que possamos ter uma boa administração”, pontuou o parlamentar.

Apesar das tratativas de harmonia, o prefeito disparou sua opinião sobre os vereadores. “Quem manda nos vereadores é o governador. É claro que não é generalizado porque têm alguns poucos que são bons. O que o governador manda eles fazerem, e eles fazem. Quando eu era deputado quem mandava em mim era o povo e isso não é demagogia”.

O parlamentar assegurou ainda que pretende ajudar a administração municipal como cidadão e que tem obrigação de estar alinhado com a administração de Bernal, já que o “povo o elegeu”. “Não poso fazer muita coisa como deputado, nem como peemedebista, mas posso fazer como cidadão. Reconheço o Bernal como o prefeito. A população o elegeu e por isso tenho obrigação de estar aliado no projeto dele para ajudar Campo Grande”.



não acredita muito nesse ai não pq ele disse que não deixaria o governador discontar o nosso dia de paralisação e descontou...fica de olho.. ai tem..
 
rosalia pereira martins em 13/03/2013 10:14:28
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions