A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

04/04/2012 13:35

Presidente da Unale pede união para reduzir endividamento dos estados

Wendell Reis
Presidente da União Nacional dos Legislativos Estaduais avalia que renegociar os valores da dívida é uma questão de sobrevivência para os estados (Foto:Divulgação/Giuliano Lopes)Presidente da União Nacional dos Legislativos Estaduais avalia que renegociar os valores da dívida é uma questão de sobrevivência para os estados (Foto:Divulgação/Giuliano Lopes)

O presidente da Unale (União Nacional dos Legislativos Estaduais), deputado José Luís Tchê (PDT-AC), visitou à Assembleia Legislativa nesta quarta-feira (4) para falar sobre a campanha nacional promovida para fortalecer o Pacto Federativo, a ser criado para protestar contra a dívida dos estados, que passou de R$ 93 bilhões em 1997 para R$ 428 bilhões, somente por causa dos juros.

O deputado explica que a Unale instituiu uma comissão para discutir o Pacto Federativo e o primeiro ponto a ser discutido é exatamente a dívida dos estados com a União. Para José Luis Tchê, renegociar os valores é uma questão de sobrevivência para os estados.

O presidente da Unale avalia que a dívida com a União se tornou o maior gargalo dos estados brasileiros, impedindo que os governadores concedam, a exemplo, aumento para servidores. “Esse é o momento de todas as assembleias legislativas darem as mãos para buscar a solução deste problema”, declarou. Mato Grosso do Sul é obrigado a desembolsar todos os meses 15% da receita corrente líquida para amortizar a dívida com a União.

No próximo dia 16, em Rio Branco (AC), os deputados Paulo Corrêa e Antônio Carlos Arroyo, ambos do PR, vão representar o Mato Grosso do Sul na VI Reunião Ordinária da Diretoria Executiva da Unale, onde será intensificada a Campanha Nacional pelo Fortalecimento do Pacto Federativo.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions