A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 18 de Agosto de 2017

09/05/2016 11:05

Presidente interino da Câmara anula processo de impeachment de Dilma

Mayara Bueno
Presidente Dilma Rousseff (PT). (Foto: Agência Brasil)Presidente Dilma Rousseff (PT). (Foto: Agência Brasil)

O presidente da Câmara dos Deputados, em exercício, Waldir Maranhão (PP-MA), assinou decisão, nesta segunda-feira (9), em que anula o processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff (PT). O relatório pelo afastamento, que tramita no Senado, seria analisado na quarta-feira (11), com a previsão de votação na quinta-feira (12). O parlamentar aceita pedido da AGU (Advocacia-Geral da União).

Segundo informa a Folha de São Paulo, mais informações sobre o assunto serão disponibilizadas na edição de terça-feira (10) do Diário Oficial da Câmara. Na casa de leis, o deputado votou contra o afastamento da presidente. Ele também é investigado na Lava Jato por suspeita de ter recebido propina oriunda de irregularidades na Petrobras, fato que o parlamentar nega.

Há a suspeita de que a anulação leva em consideração que a votação na Câmara ultrapassou os limites da denúncia contra a presidente por crime de responsabilidade, tratando da Operação Lava Jato e não só das supostas irregularidades no orçamento. 

Maranhão é aliado do governador Flávio Dino (PC do B-MA) e um dos principais correligionários de Dilma. Ele assumiu a presidência da Câmara em virtude do afastamento de Eduardo Cunha (PMDB-RJ), determinado pelo STF (Supremo Tribunal Federal), na semana passada.

*Matéria editada para acréscimo de informação às 11h17.

 




Cadê o Marun?
 
Critico em 09/05/2016 12:33:23
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions