A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

15/08/2016 17:27

Prometendo resolver problemas em 120 dias, candidato do PROS registra chapa

Luiz Pedro diz que prefeitura passará por auditoria

Anahi Zurutuza e Ricardo Campos Jr.
Luiz Pedro também disse não ter bens no nome dele (Foto: Alcides Neto)Luiz Pedro também disse não ter bens no nome dele (Foto: Alcides Neto)

O empresário Luiz Pedro Guimarães, do PROS (Partido Republicano da Ordem Social), também deixou para fazer o registro da candidatura para o último dia. Ele chegou ao TRE (Tribunal Regional Eleitoral) no fim da tarde desta segunda-feira (15) para oficializar a entrada na disputa pelo cargo de prefeito de Campo Grande. A pastora Marcia Mega será a vice, na chapa pura.

Luiz Pedro não destacou projetos que serão prioridade na sua gestão, caso ganhe a eleição. “Campo Grande passa por um momento tão complicado que não tem como priorizar uma área só. Mas, acredito que resolvo o que for necessário em 120 dias”.

Ele disse que antes de traçar estratégias de gestão, precisará fazer uma “auditoria completa” na prefeitura. “Primeiro você tem levantar quais são os recursos e então preparar os projetos, porque vamos ter de recomeçar tudo”.

O candidato não declarou bens. “Não tenho nada”, disse, completando o limite de gastos estabelecido para a sua campanha é o teto determinado pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral), R$ 6,6 milhões.

Em convenção realizada no dia 5 de agosto, o Pros definiu 44 nomes para vereadores. Na época, dentre eles, estavam citados alguns nomes já conhecidos do público, como a ex-primeira-dama Andreia Olarte, e os músicos Tostão [da dupla Tostão e Guarani] e Paulo Sérgio [da dupla Marco Aurélio e Paulo Sérgio].

Contudo, na tarde de hoje, Luiz Pedro negou que a mulher de Gilmar Olarte seria candidata.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions