A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 19 de Agosto de 2017

14/07/2017 12:46

Proposta para reduzir taxas cartoriais fica pronta em agosto, diz Mochi

Leonardo Rocha
Junior Mochi diz que projeto fica pronto em agosto (Foto: Victor Chileno/ALMS)Junior Mochi diz que projeto fica pronto em agosto (Foto: Victor Chileno/ALMS)

O presidente da Assembleia, o deputado Junior Mochi (PMDB), afirmou que a proposta para reduzir as taxas cartoriais em Mato Grosso do Sul, fica pronto em agosto, restando apenas alguns detalhes que serão discutidos com o Poder Judiciário e as federações, que pedem mudanças nestas cobranças.

"Falta apenas alguns detalhes, faremos uma reunião na próxima semana com a Corregedoria Geral da Justiça, para discutir os termos finais e depois em agosto, quando estiver ponto, iremos chamar as federações para discutir as propostas", disse Mochi, nesta manhã (14), durante reunião na Assembleia.

Ele ressaltou que o projeto terá a participação coletiva tanto dos poderes - Defensoria, TJ-MS e Ministério Público - assim como das federações, que sofrem o impacto direto com as cobranças. "O assunto chegou até nós porque as taxas cobradas aqui, estavam mais caras do que outros estados, o que gerou reclamação".

Mochi lembra que estas taxas cartoriais é que financiam os fundos para investimentos do Poder Judiciário e demais poderes. "Todos ficaram abertos ao debate e a produção do projeto, pois ficamos sabendo que muitas empresas vão a outros estados para fazer escritura e outras ações, que poderiam ser feitas nos cartórias daqui".

Estudo - O presidente pediu um levantamento e estudo para fazer esta comparação dos preços cobrados em Mato Grosso do Sul, em relação aos demais estados. Ficou a cargo do ex-prefeito Paulo Duarte,responsável pela articulação política da Assembleia, ficar em frente deste projeto, tendo o devido contato com os poderes e instituições.

Após ser apresentado, o projeto segue para as comissões da Assembleia e precisa passar por duas votações no plenário, para depois seguir para a avaliação do governador Reinaldo Azambuja (PSDB), que pode sancionar ou vetar a matéria.

Associação de cartórios rebate críticas e defende valores de taxas
A Federação das Indústrias de MS e a Associação que representa os cartórios entraram em um impasse sobre o preço das taxas cartoriais, e a necessidad...
Juiz Sérgio Moro nega suspensão de segundo interrogatório de Lula
O juiz federal Sérgio Moro negou nesta sexta-feira, 18, o pedido da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para adiar seu interrogatório m...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions