A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

10/06/2010 10:37

PTB manda rebeldes saírem do partido para seguir Zeca

Redação

O presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, sugeriu hoje, em Campo Grande, que os insatisfeitos com a aliança do partido com o governador André Puccinelli (PMDB) deixem a legenda para fazer a campanha de Zeca do PT.

Hoje pela manhã, o suplente de senador Antônio João Hugo Rodrigues disse que o acordo com o governador foi firmado à revelia de pelo menos 80% dos membros da legenda.

"Como não são candidatos esses que querem se aliar com o Zeca, eles não estão presos àquela norma de não poderem trocar de partido. Se eles quiserem caminhar para o PT, não terão do partido nenhuma retaliação. Eles podem ir para o PT, as portas estão abertas para que eles saiam", disparou.

Roberto Jefferson também deixou claro que não haverá punição para aqueles que quiserem fazer campanha em favor de Zeca, mesmo permanecendo no PTB.

"Punição não, absolutamente, no PTB não há dois pesos e duas medidas", enfatizou.

Roberto Jefferson confirmou que o acordo firmado com Puccinelli, visando às eleições deste ano, teve seu aval. Mas não conseguiu esclarecer porque fez tal opção, depois de tecer tantas críticas ao governador.

"Não fiz críticas à figura dele, mas aos gostos dele, esses gostos mais exóticos que ele demonstrou de público, então eu fiz uma brincadeira com ele nesse sentido. Mas as coisas evoluíram, agora estaremos juntos ele, eu e o José Serra".

"Temos que fazer a aliança que seja a melhor para a construção da bancada", continuou.

Roberto Jefferson disse ter consciência de que Antônio João está "jogando bruto" para permanecer suplente de Delcídio, e conseqüentemente aliado ao PT.

Porém, afirmou que a "pendenga" será resolvida com tranqüilidade durante a convenção partidária.

"Ele quer ser o senador suplente na chapa e está jogando bruto, mas é um jogo democrático, sei que ele está tentando empolgar os convencionais. Eles podem registrar essa posição 48 horas antes da convenção, e vamos para uma disputa democrática", desafiou.

Logo depois da definição de aliança com o governador André Puccinelli, Zeca foi a Brasília, na tentativa de reverter a situação. Além de Antônio João como suplente de Delcídio, ele esperava que o partido também pudesse indicar seu vice.

Entretanto, Roberto Jefferson disse que Zeca estava querendo impor um candidato dele dentro do PTB, sem dar autonomia à sigla.

"Ele ofereceu o vice não para dentro da estrutura do PTB, mas para a estrutura que ele trouxe para dentro do PTB. E não queria um vice do nosso partido, mas um vice que ele colocou aqui dentro. Vamos deixar isso claro, ele não respeita a autonomia do partido, quer que o PTB fique absolutamente subjugado à vontade dele", disparou.

Neste momento, Roberto Jefferson participa de uma reunião fechada com líderes do PTB, na sede do partido.

No período da tarde, ele participa de grande ato público em apoio à candidatura de José Serra (PSDB) à presidência da República, no clube Estoril.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions